Usuários do Gmail não estão a salvo. O Google disparou um alerta nessa quinta-feira sobre hackers chineses tentarem obter acesso a contas do Gmail. Em vez de mirar nos internautas comuns, os cibercriminosos tentaram comprometer o Gmail de militares americanos, além de “pessoas proeminentes”, de acordo com informações do WSJ.com.

O ataque foi acionado a partir da cidade de Jinan, a 400 quilômetros da capital Pequim. Sua finalidade seria não só obter acesso às contas de Gmail de militares, oficiais do governo americano, jornalistas, ativistas chineses e oficiais asiáticos, mas também encaminhar as mensagens sabe-se lá para onde.

Gmail: under attack

De acordo com o Google, o ataque foi contido com sucesso. Nenhuma informação sobre as contas do Gmail, muito menos os e-mails, foram encaminhados. O gigante das buscas recorreu ao FBI, em Washington, para investigar os ataques. E o Google afirma que líderes do governo americano foram avisados individualmente de que suas contas de e-mail sofreram ataque hacker (mas continuam intactas).

Embora o Google não afirme que o ataque foi coordenado pelo governo chinês, a empresa não se furtou de dizer que os alvos seriam interessantes apenas para a ditadura chinesa (em especial os ativistas).

A China nega que tenha qualquer envolvimento com essa situação. O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores disse que é “inaceitável” imputar esse tipo de responsabilidade sobre o governo chinês, nos informa a Folha.com.

Nessa semana entrou em discussão nos Estados Unidos um documento, previsto para ser publicado no mês que vem, que versa sobre atitudes estrangeiras na internet que poderiam ser consideradas atos de guerra, inclusive com possibilidade de retaliação militar americana.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

gsctt
Quem diria que o estopim da mais nova guerra mundial poderá se dar na internet....
Caio Furtado
Quem te garante isso?
Jairo
A China tem bomba nuclear tambem, então vai ser páreo duro entrar em guerra com a China !
Tio Z
Que difamação rapaz. Eles não hackeam nada não. Eles pedem e a empresa da de boas.
Tio Z
É mais de 9000!
Turdin
Maldito Google, mal consigo ver seus movimentos!
gargwlas
se tem laços estreitos com o governo.. ao meu ver é mais um motivo para mim pensar em armação pura e clara.
EDI LOPES
os EUA tem o "poder", mas já não é essa hegemonia toda. A China cresce, de modo certo ou errado, a taxas exponenciais, já é a segunda potencial mundial. Talvez ainda ultrapasse o EUA. FIco me indagando como sera o mundo qdo os chineses "mandarem" nele. E quem esta no topo nao cair nem fud... e faz de tudo para se manter lá. O EX SEO do Google esta cotado para ser o mais novo Secretário de Comércio dos EUA. Isso mostra os lacos estreitos que o governo dos tem com o Google. Se isso foi armação ou nao fica difícil saber.
7megas
Tudo culpa do usuario noob... =DD
@hfa2010
Boa colocação gargwlas
@hfa2010
Boa colocaçao!!
gargwlas
porque sempre que os EUA coloca um assunto importante em pauta, acontece algo com eles justamente sobre aquele assunto... bah parem.... armação violenta, só pra pressionar aprovarem essa lei da guerra ae...
Fabio's
Piorrr...uns tempos atrás..não me lembro oonde li..que o Google possui as ferramentas mais avançadas de segurança para proteger contra qualquer tipo de ataques no Gmail. Eram alguns softwares e sistemas esquematizados que encaminham qualquer alerta de invasão por meio sequencias lógicas retornaveis...semelhante ao esquema aplicado na companhia NASA. O Gmail é um dos maiores serviços do Google...e tem gente ainda pensando que a empresa perder para a Microsoft, Apple e Facebook..claro que nas redes sociais em si o Google pode até não ter se destacadao..mas não devemos nos esquecer que ele tem o "Youtube"...aliás também uma plataforma muito segura.... que poderia receber mais recursos sociais.!
@brunogdb
Só falta a Google sair da China de novo depois dessa.
Smess
Poisé. O Google foi mais ágil contra os ataques.
Exibir mais comentários