Os defensores do bom senso e da boa educação quanto ao uso de gadgets de qualquer espécie tiveram duas pequenas vitórias nesta semana. Um motorista de ônibus italiano foi afastado de suas atividades profissionais depois de ter sido flagrado — em vídeo — usando nada menos do que dois celulares enquanto levava seus passageiros pelas ruas de Roma, cidade que é conhecida por ter um trânsito caótico o suficiente para fazer com que a hora do rush em São Paulo se pareça com uma pista de corrida.

Enquanto falava em um dos aparelhos, usava o outro (aparentemente um Blackberry) para enviar uma mensagem de texto, sem se importar com os comentários e o flashes de câmeras fotográficas que registravam o momento. Já a nobre arte da direção ficava a cargo de seu cotovelo, confira:

(YouTube)

Já nos EUA uma chata mulher chamada Lakeysha Beard, de 39 anos, foi expulsa de um trem depois de ficar nada menos do que 16 horas ininterruptas falando alto ao celular, para desespero dos que a acompanhavam em um Vagão Silencioso (em que as pessoas costumam, olha só, dormir e é proibido usar o celular) da empresa Amtrak, que fazia uma longa viagem de mais de 1.000 km entre as cidades Oakland, na California, até Salem, no estado do Oregon.

De acordo com as informações, a mulher ficou “agressiva” depois que os outros pobres passageiros pediram que ela ficasse quieta e foi “convidada a se retirar” do recinto pelas autoridades em uma cidade próxima a seu destino final. Em sua defesa, ela afirmou que “de fato estava falando ao telefone, mas não entendeu por que as outras pessoas ficaram incomodadas”. Veja sua gloriosa saída do trem:


(YouTube)

Com informações: The Guardian, The Village Voice, Gizmodo Brasil.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Marcelo Jesus
Sem Duvidas UM PORRE!
@adalberto_t
Ela parece aquelas gordas barraqueiras de filmes dos EUA chatas que só brigam. Não muito dierente aqui no Brasil.
Rafael The Mist
Impressionante a falta de limite do ser humano. Confesso que consegui ficar surpreso com o piloto italiano. Tem emprego certo aqui no Hell de Janeiro. hehehe.
Marcoscs
nessas horas que dá inveja dos muçulmanos e suas gloriosas chibatadas nos lombos dos mal educados e transgressores da lei...
Guilherme Mac
Nem precisa da lei municipal. Perturbar a paz e o sossego é contravenção penal: "Art. 42. Perturbar alguem o trabalho ou o sossego alheios: III – abusando de instrumentos sonoros ou sinais acústicos; Pena – prisão simples, de quinze dias a três meses, ou multa". Em teoria seria só chamar a polícia para fazer cumprir a lei.
Mauricio
E pelo jeito durante as 16 horas não parou de comer.
@rbarreto
Ao que me parece, ela ainda sai com o celular na mão....
Daniel Luiz
Celular???? desde quando aquelas caixinhas de abelhas irritantes sao celulares?!?!?!? Celular tinha que ter documentaçao e treinamento pra quem fosse usar...
@renan_official
Affe...maldito seja akelas bostas de mp10mil tocando funk nu busão!!
Fabiano
Nem me fale nisso... Vontade de quebrar o celular desses caras!
Fabiano
Sim, eu já quase sofri um acidente, de ônibus, porque o motorista estava vendo TV!! Desci no ponto seguinte. Eu sei que tem esses problemas aqui. O que eu quis dizer foi que, se fosse aqui, o pessoal ia descer o malho no país como um todo! Como foi lá fora, é capaz de tratarem como fatos isolados.
Cash
Essa lei é de 1965, e está bem claro nela, ainda que com termos que não são mais usados hoje em dia, que é proibido usar qualquer tipo de aparelho sonoro dentro de qualquer tipo de transporte público, exceto se estiver usando fones de ouvido. Diz também que quem estiver usando algum aparelho sonoro sem fones, deverá ser convidado a se retirar do veículo, e caso não saia, deverá ser solicitada intervenção policial. A lei também diz que é obrigatória a afixação de cartazes informando a respeito, com o número da lei impresso neles, e prevê pagamento de multa, que eu não faço idéia quanto seria hoje com as devidas correções monetárias, para quem não os colocar em seus veículos. Esse último parágrafo é o único que não tenho certeza se consegui interpretar corretamente, mas acho que é isso mesmo.
acustodioo
Tenso mesmo, em toda face da terra só tem um tipo de pessoa que me deixa em stress em poucos segundos a ponto de explodir: gente folgada ¬¬ As vezes eu gostaria de entender se este tipo de pessoa não tem noção que está incomodando os outros ou se sabe que está e não liga pra isso. Certa vez em uma viagem de 4 horas em um ônibus e em plena madrugada 3 pessoas estavam conversando sem parar com vozes e risadas altas, a sorte foi que tinha um policial fardado entre os passageiros e pediu educadamente para falar mais baixo, praticamente ficaram quietos, agora imagina se qualquer outra pessoa pede esse favor, o rolo e discussões que iria acontecer. ¬¬
John
No Brasil, celular + incômodo alheio = funkeiro ouvindo porcaria sem fone
Eduardo T.
Pelo que eu sei, lei federal não tem não. Deve ser competência do município este tipo de lei. Na cidade de SP tem a 6681/1965 que aparece afixada nos ônibus. (http://camaramunicipalsp.qaplaweb.com.br/iah/fulltext/leis/L6681.pdf) Parece um papel de pão =( e não especifica som aberto ou em fones de ouvido (que acho só ficaram portáteis dos anos 80) E o cara do primeiro video esta tentando configurar a conta de e-mail no blackberry, não da pra entender muito pra saber se está falando com um parente-desk ou um atendente.
Exibir mais comentários