Início / Arquivos / Telecomunicações /

Entregar o celular na mão de gente sem noção dá nisso

João Brunelli Moreno

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

Os defensores do bom senso e da boa educação quanto ao uso de gadgets de qualquer espécie tiveram duas pequenas vitórias nesta semana. Um motorista de ônibus italiano foi afastado de suas atividades profissionais depois de ter sido flagrado — em vídeo — usando nada menos do que dois celulares enquanto levava seus passageiros pelas ruas de Roma, cidade que é conhecida por ter um trânsito caótico o suficiente para fazer com que a hora do rush em São Paulo se pareça com uma pista de corrida.

Enquanto falava em um dos aparelhos, usava o outro (aparentemente um Blackberry) para enviar uma mensagem de texto, sem se importar com os comentários e o flashes de câmeras fotográficas que registravam o momento. Já a nobre arte da direção ficava a cargo de seu cotovelo, confira:

(YouTube)

Já nos EUA uma chata mulher chamada Lakeysha Beard, de 39 anos, foi expulsa de um trem depois de ficar nada menos do que 16 horas ininterruptas falando alto ao celular, para desespero dos que a acompanhavam em um Vagão Silencioso (em que as pessoas costumam, olha só, dormir e é proibido usar o celular) da empresa Amtrak, que fazia uma longa viagem de mais de 1.000 km entre as cidades Oakland, na California, até Salem, no estado do Oregon.

De acordo com as informações, a mulher ficou “agressiva” depois que os outros pobres passageiros pediram que ela ficasse quieta e foi “convidada a se retirar” do recinto pelas autoridades em uma cidade próxima a seu destino final. Em sua defesa, ela afirmou que “de fato estava falando ao telefone, mas não entendeu por que as outras pessoas ficaram incomodadas”. Veja sua gloriosa saída do trem:


(YouTube)

Com informações: The Guardian, The Village Voice, Gizmodo Brasil.