Início » Arquivos » Legislação » Jovem de 17 anos vai para a cadeia acusado de praticar bullying no Facebook

Jovem de 17 anos vai para a cadeia acusado de praticar bullying no Facebook

Avatar Por

Quem assistiu ao filme A Rede Social sabe muito como foi o começo do Facebook: um Mark Zuckerberg criou, junto com amigos, um sistema no qual os internautas votavam na beleza das moças conhecidas. Algo terrível, mas que se repetiu nos Estados Unidos recentemente. Um adolescente de 17 anos está preso, acusado de promover bullying na rede social mais usada no mundo.

Sem ter seu nome revelado, sabemos que o sujeito passou uma lista entre os estudantes do colégio. Os convocados atribuíam notas paras as meninas, de zero a dez para a beleza facial, além de notas de zero a cinco para atributos corporais. Lógico que essa história, ocorrida em janeiro, mas que só veio a público agora, não acabaria bem.

Seguindo a lógica de uma bolsa de valores, esse estudante ainda informava se a avaliação das meninas estava em alta ou em baixa. Os apelidos para as moças? Baixarias do tipo “A Maravilhosa Bissexual” ou “Nova Raina”. Uma vez que a votação estava encerrada, foi tudo parar no Facebook, para vergonha total das 50 meninas agredidas pela listagem.

O bullying pode ser citado porque aspectos como a cor da pele, etnia e orientação sexual não deixavam de ser citados nos textos, que circulou livremente na rede social.

Facemash: Mark Zuckerberg criou site de "avaliação" de garotas antes de lançar o Facebook (imagem: reprodução)

A polícia da cidade de Oak Hill, no Illinois, está investigando o caso. Por enquanto o jovem é acusado de conduta desordeira, e deverá se defender diante de uma corte juvenil. Com sorte, novas evidências permitirão imputar novas acusações a esse sujeito.

Pode até ser que Mark Zuckerberg não tenha sido punido pelas suas atitudes universitárias — com exceção de levar um gelo das meninas que foram vítimas da sua votação eletrônica —, mas os tempos são outros. Esse tipo de comportamento não pode mais ser aceito, seja em escolas primárias, ginásios, universidades ou qualquer outro local de convício em sociedade.

Com informações: Scribbal.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

João Victor Moreira
Que bom viver esse "sério" ai, pois o numero de pessoas que se matam pelo bully cresce cada vez mais. Voce parece aqueles asssdiadores que falam que estupro é culpa da mulher, não do agressor. Ridículo seu comentário, provavelmente nunca passou por molestações diárias (bully). A CULPA NUNCA É DA VÍTIMA, E SIM DE QUEM MOLESTA ELA
endifrancine
Concordo...plenamente - confundem o bullying e brincam com algo sério e ao msm tempo... que deixa de ser - não podemos generalizar os caso
Jack
A pessoa pode sofrer e praticar "bullyng" sim. Conheci vários exemplos assim. O cara "sofria" o bullyng e depois descontava em outro... Eu mesmo, acho isso tudo uma grande bobagem. A maioria aqui muito provavelmente teve que passar por isso e aposto que usaram isso pra fazer novas amizades, reforçar as que tinham ou então ganhar experiência de vida. O problema é que hoje o povo se ofende por besteira e no lugar de ignorar ou reverter a coisa e fazer algo de útil a respeito, fica com depressão, doido, chama a polícia, processa etc. Essa geração nova que tá aí é tudo emo cheio de frescuras... Tenho é medo de como vai ser a próxima.
Fábio
Hoje em dia qualquer coisa que acontece com um cara, a culpa é do bullying, o cara tem transtornos mentais e pronto, fim de papo! O mundo vai começar a ser um lugar chato de se viver, sem brincadeiras, sem zoação e um monte de gente séria que não ri.
Tio Z
Pera, foi constrangimento e difamação mas não foi bullying? Na moral colega, vai procurar o que significa bullying. O que tu disse é a mesma coisa de "Tava no ponto, o cara tirou uma arma da cintura e perguntou se eu me importava de dar o meu dinheiro pra ele. Mas não foi assalto não. Foi extorsão só."...
Tio Z
Se parasse no chato. Problema é que a mulecada hoje em dia ta muito querendo ser "grande" e ta passando fácil dos limites. É porrada e destruição de coisa dos outros como se fosse a coisa mais comum do mundo. Tudo porque aprenderam que "de menor pode". Legislação de c...
RodrigoKrZ
Já escrevi por ai que o povo esquece que as coisas que eles fazem por trás de um monitor podem e DEVEM ter a mesma reação de que se forem feitas pessoalmente. Muita gente acha que faz coisas pela net e sempre vai sair impune
ricardo
O que você sofreu não foi bullying, uma vez que era capaz de se defender imediatamente após a realização da brincadeira. O que ocorreu aqui foi a difamação de pessoas em uma rede social muito popular. É como se falassem mal de você, sem motivo nenhum, em um jornal de grande circulação, o que caracteriza caso de polícia.
ricardo
Não devemos confundir bullying com brincadeiras entre colegas, em que geralmente há interação entre os dois lados. O bullying é diferente, pois a pessoa ofendida não é capaz de se defender e é humilhada perante os outros caracterizando sérios danos morais. Esse tipo de ação deve sim ser combatida e punida com rigor.
Murdock
Aí que está, quem não passou por isso não sabe diferenciar bullying de zoeira. Você não pratica E sofre bullying, é um ou outro.
Murdock
Também tinha votação na época do colégio mas ela não envolvia comentários sobre etnia e nem eram tornadas públicas na internet, ficava "na moita" entre quem votou. Acho que ele está encrencado mais pelo preconceito racial e sexual do que pela votação ou bullying.
Cash
Sempre eu pra encher o saco do Thassius, mas olha só: Conforme o trecho do texto sobre bullying que você próprio citou, que diz que bullying são "atos violência física ou psicológica, intencionais e repetidos" e "com o objetivo de intimidar ou agredir outro indivíduo (ou grupo de indivíduos) incapaz(es) de se defender". A própria descrição do que é bullying diz que são atos repetidos, coisa que não aconteceu. Foi uma ocorrência isolada e só. Sendo assim, não concordo em classificar o ato como bullying, mas concordo, sim, que a apresentação do "projeto" foi de péssimo gosto, e com certeza o que gerou o problema todo pra ele, e não pro Zuckerberg, que sequer nomeou as pessoas listadas na época que criou o "Facemash".
j2k
a vida imita a arte e a arte imita a vida...
então vcs nunca sofreram bullying. Já apanhei, já fui humilhado perante metade do colégio, ja jogaram coisa em mim...bullying não é divertido.
Rafael The Mist
O problema é que nos dias de hoje tudo está tomando dimensões perigosamente exageradas. Fora que a garotada não possui controle algum, devido aos pais cada vez mais ausentes.
Exibir mais comentários