Início / Arquivos / Celular /

Concorrência quer tirar Google dos Androids chineses

Thássius Veloso

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

Se depender do Baidu, o principal buscador da China, o Google perderá seu lugar de destaque no sistema Android. A previsão do CEO do Baidu é que o buscador estará presente em 80% dos novos smartphones que começarão a ser vendidos naquele país.

A notícia é um verdadeiro chega para lá no Google. Todos sabemos que a empresa investe milhões no desenvolvimento do Android. Em troca, só pede que mantenham o Google como o buscador padrão integrado ao sistema, o que nem sempre acontece (algumas fabricantes fecharam parceria com o Yahoo, por exemplo). Na China parece que as coisas não vão ser mais desse jeito.

Google: buscador padrão do recém-lançado Motorola Atrix

Robin Li já havia confirmado no ano passado, conforme nos informa o The Next Web, que o Baidu negociava com “diversos fabricantes” de aparelhos baseados em Android para colocar a caixa de busca do serviço nos smartphones vendidos na China. Ainda não temos informações sobre quais fabricantes aderiram à ideia, mas devem ser muitos, já que ele afirma que o buscador estará em 8 de cada 10 novos aparelhos.

O Google nunca foi um líder de audiência nem de uso na China. Respondia por apenas 19,6% das buscas naquele mercado. Já o Baidu, grande campeão por lá, pretende chegar aos 75% de participação de mercado quando marcar presença em mais aparelhos Android.

Embora essa atitude pareça meio ingrata com o Google, não custa lembrar que o Android é um sistema aberto — há controvérsias, eu sei — e cada fabricante pode fazer quase tudo o que bem quiser com ele. Inclusive colocar o Baidu como buscador padrão, o Yahoo como cliente de e-mail padrão e o Messenger como aplicativo de IM padrão.