Início / Arquivos / Celular /

Android é a plataforma que mais cresce em 2011

Symbian está em 45% dos smartphones brasileiros, segundo do Samsung OS.

João Brunelli Moreno

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

Dados da empresa de pesquisa comScore levantados entre novembro de 2010 e fevereiro de 2011 mostram que o Android foi a única plataforma móvel a ganhar espaço no mercado norte-americano, enquanto todos seus concorrentes perderam terreno ou se mantiveram estáveis.

Os números mostram que o sistema operacional do robozinho teve um boom de 7 pontos percentuais no período, passando de 26% para 33% e se tornou o SO mais usado em smartphones na terra do Uncle Sam. Já a RIM despencou 4,6 p.p., saindo de 33,5% para doloridos 28,9%. A Apple, com seu poderoso iPhone 4, foi a única a se manter virtualmente estável, registrando respectivamente 25% e 25,2%.

Ainda que previsões o coloquem como uma grande potência no mercado dos smartphones até 2015, o Windows Phone 7 minguou 1,3 p.p. do período da pesquisa, caindo de 9% para 7,7%.

Em todo caso, é bom notar que vendas menores não representam necessariamente um desempenho pior nas prateleiras. O estável iPhone, por exemplo, viu suas vendas crescerem de 7,1 milhões de unidades (em todo o mundo) no último trimestre de 2009 para 14,1 milhões de aparelhos no mesmo período do ano passado, crescimento de 91%. Já os aparelhos com Android viram seus números crescerem 1500% durante todo o ano de 2010.

Apesar do crescimento do mercado dos mobile, eles ainda são minoria na fauna conectada à rede. Dados da empresa StatCounter relativos ao mercado norte-americano mostram que os dispositivos móveis eram 5,82% de todos aparelhos conectados à web no último mês de novembro, passando para 6,32% em fevereiro.

Já no Brasil, os mobile são apenas 2,67% dos aparelhos, liderados — olha só — pelos que rodam Symbian, com confortáveis 45% do bolo. Em seguida vêm os misteriosos Samsung OS e Sony Ericsson, com 22,6% e 6,82%. Já os poderosos iPhone e iOS têm apenas 5,49% e 3,83% respectivamente. Curioso que sistemas operacionais desconhecidos têm uma importante fatia do mercado móvel local, com 14,33% de participação.

Com informações: Comscore e StatCounter.