Início / Arquivos / Celular /

iPad terá fracasso no uso corporativo, diz diretor da Dell

Empresa aposta no Google Android para o mercado empresarial.

Thássius Veloso

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

Você acha que o iPad é um sucesso de público, crítica e sagacidade? Nós do TB concordamos com essa opinião. Quem meio que destoa do pensamento dominante é o diretor de marketing da Dell, aquela empresa que já foi referência em notebooks. O nobre senhor Andy Lark, que responde pelo marketing global da companhia, prevê que o iPad será um fracasso no ambiente corporativo.

Todos sabemos que empresas têm necessidades especiais, tanto que o iPhone levou bastante tempo para receber recursos que o tornassem competitivo no uso corporativo. No caso do iPad, Lark diz que a Apple “é ótima se você tem um monte de dinheiro e vive em uma ilha”. Até aí, não é completamente absurdo, afinal todos  sabemos que os produtos da Apple são premium e dependem de um ambiente mais fechado. “Não é tão maravilhoso se é necessário conviver em uma empresa diversa, aberta e conectada”. Pessimista, não?

Para completar, Lark diz que as coisas simples se tornam mais complexas de serem feitas nesse cenário. E o complexo custa mais caro, o que normalmente assusta as lideranças corporativas.

Dell Streak, a aposta da Dell no mundo dos tablets (foto: Rafael Silva/Tecnoblog)

“No longo termo, o [produto] aberto, competente e acessível vai ganhar, não o fechado, de valor elevado e proprietário”, decreta Lark. Toma, iPad! Para o executivo, a Apple fez um bom trabalho com o seu tablet, mas já começa a enfrentar a concorrência do Android. Esse Android é o mesmo que dá vida ao Dell Streak, o tablet no qual a Dell aposta atualmente.

Cabe lembrar que a Dell não costuma ser muito certeira ao fazer previsões. O fundador da empresa, Michael Dell, certa vez aconselhou a Steve Jobs que desistisse da Apple. Não só o iGod descumpriu totalmente o conselho, como provou que a Apple tinha salvação. O valor de mercado da Dell despencou desde então, enquanto o da Apple só faz subir.

Com informações: CIO.