Não faz nem uma semana que o ICANN aprovou os domínios terminados em .xxx. O novo TLD (Top Level Domain) será usado especificamente para sites com conteúdo adulto, que terão a chance de discriminar até na URL que não podem ser acessados por menores de 18 anos (considerando-se a legislação brasileira).

Lá na Índia, contudo, as coisas já estão acertadas para evitar esse cenário. Os domínios dessa nova leva de TLD serão sumariamente bloqueados pelo governo, sem nem perguntar se os indianos estão felizes com a iniciativa. Nada de pr0n para eles. E o pior é que esse deve ser apenas o primeiro país a realizar o bloqueio ao .xxx.

O ministro da tecnologia indiano disse que todas as letras que o governo poderá determinar o bloqueio a sites .xxx. Acessar conteúdo sexual é permitido na terra da vaca sagrada, mas a distribuição desse tipo de conteúdo não é. Tanto a lei como o ministério são contra isso, e parece que vão agir tendo em vista o bloqueio.

Essa era uma crítica antiga das pessoas contrárias ao TLD .xxx. Ao rotular todas as páginas da rede com pornografia, o ICANN estaria facilitando o trabalho de governos que são contra esse tipo de conteúdo. E a Índia não está sozinha, pois a Indonésia e outros países do Oriente Médio possivelmente trilharão caminho similar. Só não sei como a China ainda não anunciou bloqueio similar.

É improvável que alguma empresa dona de um site .com cujo material publicado é erótico troque seu endereço por um terminado em .xxx. Dessa forma, o que vamos ter é uma duplicidade de domínios — .xxx e .com — que apresentam o mesmo conteúdo.

Com informações: The Next Web.