Ainda pouco difundido no planeta mobile, o Windows Phone 7 tem uma importante marca a comemorar. A loja de aplicativos da plataforma chegou nessa semana aos primeiros 9 mil apps, que servem para demonstrar que os desenvolvedores estão interessados em fazer parte do ecossistema criado pela Microsoft.

Normalmente a Marketplace recebe mil novos aplicativos por quinzena, um número já considerável. Nessa quinzena que se encerra nessa sexta-feira, a previsão é de que a loja do Windows Phone receba cerca de 1.200 novos softwares. Só com isso, o centro de aplicativos já fica muito bem posicionado frente a lojas que existem faz muito tempo.

Qualcomm inside

Para comparar, o Android Market levou 11 meses para alcançar os primeiros 10 mil aplicativos na loja. Depois disso, é importante notar, a loja do Google disparou loucamente. No fim do ano passado, a mesma loja registrava quase 140 mil apps para download, a maioria deles sendo gratuitos.

Nessa mesma semana, a Microsoft revelou detalhes do seu programa para desenvolvedores que estejam interessados em lançar apps para o Windows Phone. Você sabia que os apps de teste (trial) são baixados 70 vezes mais que os aplicativos pagos que não permitem ao usuário degustar os recursos. Até agora, somente a Microsoft oferece uma forma do dono do smartphone verificar se quer mesmo comprar o app, algo que as demais plataformas deveriam adotar.

É bem verdade que o Windows Phone Marketplace está em sua fase inicial, mas é bom ver que os devs estão dando atenção a essa plataforma. Ainda mais agora que a Nokia corre o sério risco de invadir o mercado com milhões de aparelhos rodando WP7.

Com informações: WMPowerUser.com, PC Mag.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Hernani
10mil apps e até hoje não vi um smartphone com Win7
Caio Furtado
Não. A notícia é só de brincadeira...
Malabares
Eu sei, tô falando que mal tô feliz com meu symbian e já tem o W7 em celular... E já já o W8... :O
@oroshy
Versão Lite é diferente de "trial" pois, uma versão Lite, como o nome já diz, é Lite, ou seja, uma versão enxotada da versão oficial. O que a plataforma da microsoft proporciona é: Você baixa uma versão Full do problema em modo Trial, seja ele com limite de dias ou limite de funções, ai sim, você testa, se gostar é só pagar e o problema fica Full. No iOS e Android você tem que baixar uma versão Lite, ai sim, se gostar baixa outra versão que é a Full (dois downloads, e pra quem é acostumado com app para desktop é um saco). Já o Symbian, os app para ele é um lixo, para mim deveriam ser todos de graça.
@brunogdb
Excelentes números, mas isto é algo que ao meu ver, é coisa da Nokia e sua parceria com a Microsoft. Agora eu quando puder ter a oportunidade (e quando chegar) de mexer num desses no Brasil, vou comparar para ver se é bom mesmo o sistema, e dar o meu voto :)
Ramon Melo
"Até agora, somente a Microsoft oferece uma forma do dono do smartphone verificar se quer mesmo comprar o app, algo que as demais plataformas deveriam adotar." Isso não é verdade, Thássius, eu baixei dois programas trial no meu Symbian e fiz o upgrade logo depois que a Nokia liberou apps pagos para os brasileiros (a preços abusivos, diga-se de passagem). Aliás, no mundo desenvolvido, isso já é até bem antigo. E, mesmo assim, não é nada demais, porque um desenvolvedor pode, perfeitamente, criar um aplicativo pago e uma versão Lite dele, e disponibilizar ambos na loja.
@pri_barros
Na Ovi Store, dos Nokia Symbian, tb tem alguns apps versão trial... Aliás, o Angry Birds é um deles...
Malabares
Tô feliz com meu Symbian, mas sempre vem alguem pra cortar meu barato... :(
Rafael The Mist
3000 velas, isqueiros e afins.
Gabriel Silva
Jááááá??????
Clarion
Tenho um Android, mas eu pelo menos ainda não pude experimentar o WP7 pra dizer que prefiro ele. Dizer que prefere um sem conhecer o outro é coisa de tiete (aka fanboy).
RKNeto
Foi uma frase irônica.
e.ricardo
legal mas eu ainda prefiro o Android !
Carlos Filho
Acabei de comprar um HTC Desire HD. Só não optei pelo HTC HD7 simplesmente porque a microsoft ainda nao disponibilizou o sistema em português. MUITO FAIL!
@oroshy
Francamente eu não entendi. Foi ironica ou não essa frase? Bom, se não. Eu desenvolvo software para windows e ainda o faço, à 4 anos (.NET). Como também já desenvolvi projetos para iOs e MacOs. Apasar dos dois serem um extremo não senti muita diferente. Os conceitos são o mesmo e é só saber aplicar. Agora concordo que o ruim de programar para windows são os hardwares genericos, e os desempenho que os mesmos podem atingir. Agora para o WP7 esse problema chega mais perto de acabar, pois os hardware (pelo menos em termo de potência, e requisistos minimos) são os mesmo. Mas se você desenvolve para Android, você passa pelo mesmo problema de programar para winform (windows desktop), pois os hardwares são muito saturados. Abraços.
Exibir mais comentários