Início » Arquivos » Negócios » Steve Jobs quase virou cavaleiro da Rainha

Steve Jobs quase virou cavaleiro da Rainha

CEO da Apple recusou-se a ir numa conferência política e perdeu essa chance.

Por

Algumas oportunidades só aparecem uma vez na vida. De acordo com um ex-parlamentar britânico, o nosso querido Steve Jobs estava com a faca e o queijo na mão para receber o título de Cavaleiro da Ordem do Império Britânico, uma importante honraria da terra da Rainha. Mas Jobs fez o favor de colocar tudo a perder.

O The Telegraph conta que as negociações já estavam bastante avançadas para que Steve Jobs se tornasse mais um cavaleiro, a ponto de ser reconhecido como Sir Steve Jobs cavaleiro honorário. Imagine só, seria mais um reconhecimento pelos seus impressionantes serviços que Jobs prestou à tecnologia e à informática mundial. Até que o ex-primeiro-ministro Gordon Brown colocou-se em seu caminho.

Lá em 2009, Brown pediu que o CEO da Apple fizesse uma palestra durante uma convenção do Partido Trabalhista, do qual ele faz parte. Por algum motivo que nós não conhecemos, Jobs recusou-se a participar dessa convenção, o que supostamente levou a uma imposição direta do então primeiro-ministro.

Não custa lembrar que os detalhes da saúde de Steve Jobs não são comentados nem por ele nem pela empresa, mas a hipótese de ele ter passado o ano de 2009 se recuperando de um transplante de fígado ocorrido no primeiro semestre daquele ano.

Jobs não seria o primeiro homem ligado ao mundo da tecnologia a receber tal honraria. Em 2005, o cofundador e então presidente da Microsoft também foi ao Reino Unido para sagrar-se cavaleiro. Bill Gates também foi considerado cavaleiro honorário pelos ingleses.

Uma porta-voz do ex-primeiro-ministro Gordon Brown disse que “o Sr. Brown não impediu” que Steve Jobs recebesse o título de cavaleiro, embora tenha se negado a discutir detalhes desse assunto. Então tá.

Atualização às 15h58 | Como bem foi notado nos comentário, somente um cidadão britânico pode usar o título de Sir. O texto foi corrigido.