Início » Arquivos » Internet » Obama não terá poder de veto sobre extensões de domínios

Obama não terá poder de veto sobre extensões de domínios

Presidente americano queria decidir quais TLDs serão adotados no futuro.

Avatar Por

O superpoderoso presidente dos Estados Unidos perdeu uma importante votação entre os países conselheiros do ICANN, a autoridade global em endereços de internet. Obama propôs que as nações pudessem vetar os TLDs (as extensões em domínios de internet, como o .com e o .net) que estão para ser criados nos próximos meses.

Essa proposta, no entanto, não durou muito depois que as nações se uniram para votá-la. Obama queria que governos locais pudessem proibir certas extensões de domínios, como o .car ou o .health. Tais terminações ainda não entraram em operação mesmo depois de anos de discussão, mas parece que finalmente vão sair nos próximos meses.

Tema polêmico faz bastante tempo, os novos TLDs ajudarão a aumentar a oferta de domínios, que está cada vez menor, uma vez que as principais combinações de nomes, termos etc. já estão registradas.

Mais polêmica ainda é a proposição de um grupo de defesa dos homossexuais, que pretende aprovar o uso de domínios terminados em .gay. Seria o primeiro TLD que se tem notícia voltado para um grupo de pessoas, e não para interesses comuns (como o .sports) ou para localidades (como .paris ou .saopaulo).

Pelo menos uma das propostas do governo americano foi aceita: será mais fácil para empresas reclamarem caso um terceiro tenha usado uma marca registrada como domínio. Essa reclamação é antiga das grandes ponto com, e parece que cada vez é mais levada em conta na hora que o ICANN se reúne para decidir as coisas.

Em meio a essa confusão acerca dos futuros TLDs, só sei de uma coisa: seria legal se o presidente americano requisitasse o .obama para seus próprios sites!

Com informações: CNET News.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

al_maia
Nada mais prosaico um pensamento contrário ao seu numa terra em que é comum o povo pensar que manda em tudo pelo mundo. ;)
al_maia
Se bem me lembro, a Canon tentou registrar uma vez a extensão com o nome dela... será que rola de ter registro de marcas?
Caio Furtado
Um presidente decidir algo tão vitalício assim (mesmo no mundo das interwebs) é meio surreal não é?! Afinal, ele não vai ficar no governo pra sempre.
Rafael The Mist
E aquela resolução de aceitar acentos e caixa alta?
Thássius Veloso
Os grupos responsáveis por administrar esses TLDs é que informarão as diretrizes para novos registros. Mas não é impossível que liberem o carro.car, por exemplo.
EDI LOPES
mas o que eu entendi eh que os ".COM" vao ser predefinidos. ou seja vc vai poder escolher .CAR, mas .CARRO nao sera possivel Acertei?
Guilherme Carlos
Eu acho que desde o começo já deveria ter essas segmentações. Mas depois que o circo está armado, é difícil mudar tudo. Acho muito mais pratico alguém que quer saber de musica entrar num .mus do que ficar tentando achar nos .com/.net da vida (e tendo a chance de cair numa ambiguidade nada legal)
Hernani
pelo contrário, se alguém quer saber sobre esporte, .sport, +18 .sex, saúde .health e por ai vai
Hernani
realmente, até variações de nomes estão ficando escassos(assim que escreve?)
Gabriel Silva
Sinceramente, acho que domínios assim são inúteis, prefiro os atuais...
Thássius Veloso
O problema é conseguir sites com final .com. É cada vez mais difícil!
EDI LOPES
o negocio eh que famoso mesmo eh PONTO COM e nao existe soa lingua inglesa no mundo. pq quero ter um .carro .esporte . saude e por ai vai.