Bancos de todo o planeta tentam o máximo que podem evitar a falsificação dos seus respectivos papéis-moeda. Eles colocam hologramas, imagens em marca d’água, figuras em baixo relevo e até frases microscópicas nos desenhos das notas para dificultar ao máximo o trabalho de possíveis falsificadores. Cientistas alemães e japoneses podem ter encontrado, por acidente, mais uma arma que pode ajudar a coibir esse crime: a impressão de transístores em notas de dinheiro.

Hagen Klauk, diretor grupo de pesquisa em eletrônica orgânica do Instituto Max Planck na Alemanha, trabalhou com um grupo de cientistas japoneses no projeto e eles conseguiram criar uma malha de transístores orgânicos com 250 nanômetros de espessura, operam com apenas 3 volts e que podem ser fabricados sem muita dificuldade.

Malha de transístores em nota de 5 dólares | Clique para ampliar

A ideia original de Klauk não era de colocar os micro transístores nas notas de dinheiro, mas a ideia foi bem aceita entre o grupo por se tratar de um desafio. Eles tiveram dificuldade em colocar os micro-circuitos em superfícies desiguais, pois membranas de silício não aderem muito bem à papel. Mas depois de anos aperfeiçoando a técnica, eles conseguiram colocar os transístores nas notas de dólar, euro, yen e franco suíço.

O pesquisador também diz que um sistema eletrônico completo na nota é apenas um conceito por enquanto, mas poderemos ver no futuro dinheiro que transmite informações para um scanner, por exemplo. “Fica a cargo de outros cientistas e engenheiros mecânicos criarem os circuitos das notas e os sistemas para lerem as informações contidas nelas”, completa.

Com informações: Discovery News.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

vinicius
Se os caras nao pensaram nem um leitor pra elas é sinal q nao pensaram em tds as possibilidades Ex. "meu filho pega a nota esfrega os transistores no chao bem em cima do mijo do cachorro. " acho q essa nota nao funcionara mais .
Hernani
Infelizmente mafias, e contrabandistas sempre conseguem falsificar notas, a diferença são aquelas que permanecem um maior prazo sem serem copiadas por farsantes
Caio Furtado
Realmente seria uma boa.
@amsalau
Circuitos orgânicos são flexíveis e não enferrujam.
@gmarcio
Não é possível que os cientistas não pensaram nas possibilidade citadas acima. Se não preveram que notas podem ser molhadas, amassadas e etc, desculpe, mas foi o pior grupo que eu já vi.
vinicius
e a bateria ? e encostados a outros metais(moeda) eu sei q circuitos eletronicos tem o esmalte de proteçao ... mais esses esmaltes nao sao super-resistentes ... teriam grandes impecilios esse projeto .
Rafael The Mist
ai, ai, ai...
Rubens Brilhante
E notas amassadas? Molhadas? Esses circuitos não enferrujam? E se "podem ser fabricados sem dificuldade" um falsificador tb não poderia fazer? Ou essa nota tem alguma informação criptografada que garante que ela é original? Moeda impressa é algo que já deveria ter acabado. Isso sim.
Guilherme Mac
Mão na roda pra quem quer assaltar tbm. Logo teríamos dispositivos pra saber o qto cada um tem na carteira.
Turdin
Eu ainda preferia que todos(todos mesmo) os vendedores tivessem uma maquina de cartão de crédito/débito, ai sim ia ser bom =)
Gabriel Silva
Nossa, amei a sua ideia, sem brincadeira. :P
Magaiver
Seria legal uma carteira que tivesse um mostrador pra falar quanto dinheiro você tem. Dai não precisava passar vergonha na fila do ônibus ou no mercado.