Início » Arquivos » Telecomunicações » Telefónica quer que Google pague por melhorias na infraestrutura de internet

Telefónica quer que Google pague por melhorias na infraestrutura de internet

Por

Já reparou que, nos últimos anos, os preços da banda larga têm despencado, enquanto os megabits por segundo só fazem aumentar? É assim nas principais capitais, que contam com serviços como Speedy, Oi Velox, NET Virtua e GVT. O problema é que a conta de melhorar as telecomunicações está ficando cada vez mais alta.

Mesmo tendo lucros fabulosos, as operadoras de telefonia parecem ter perdido fôlego para continuar investindo na expansão das redes de dados. E a melhor solução para esse problema é mandar a conta da internet para o Google e outros provedores de conteúdo pagarem, ao menos se depender da Telefónica (da Espanha). A informação foi levantada pelo El Mundo.

Siempre alierta

O presidente da empresa, que controla a Telefônica e a Vivo no Brasil, admitiu durante o Mobile World Congress que está conversando com o gigante das buscas a respeito desse assunto. César Alierta disse que a liquidez das operadoras caiu, enquanto os custos continuam a subir.

Lá na Europa a previsão é de que as empresas de telecom invistam 91 bilhões de euros (mais de R$ 200 bilhões, ou o equivalente a 4,5 Eikes Batistas) para atualizar suas redes até 2014. Do total, 61 bilhões são para as redes móveis, enquanto os demais 26 bilhões de euros devem ser empregados em fibra ótica.

Caso não seja suficiente, a Telefónica, Vodafone e demais companhias europeias correm o risco de desembolsar até 147 bilhões de euros por essa atualização. Considerando-se que o Google tem lucro bilionário atrás de lucro bilionário, bem que ele podia ajudar a pagar essa conta.

Essa não é a primeira vez que o presidente da Telefónica fala em pedir ajuda financeira aos provedores de conteúdo. Na MWC 2010, Alierta disse em tom raivoso que os buscadores usam a rede das telecoms sem pagar nada por isso. Ele ainda prometeu emitir contas de uso indevido da infraestrutura de rede para o Google, o Bing e o Yahoo. Nesse ano, Alierta mostrou mais calmo e pronto para negociar com os buscadores e demais serviços que sugam boa parte da banda mundial.

Será que ele consegue convencer o Google a pagar pelas melhorias na infraestrutura? Algo me diz que o sr. Alierta terá dificuldades para conseguir um cheque assinado por Eric Schmidt.