skypematrix A venda do programa de VoIP anunciada há duas semanas ainda não foi concretizada. E se o processo aberto pelos criadores do programa não for resolvido logo, a venda pode até não ocorrer. Niklas Zennstrom e Janus Friis, através da sua empresa Joltid, decidiram abrir um novo processo contra o eBay porque, segundo eles, a empresa violou os termos de licença assinados entre eles que permitiam a distribuição do Skype. O processo também inclui o grupo de investimentos interessados em comprar o programa.

Niklas e Janus alegam que ao comprar a empresa, o eBay decidiu não comprar outra, a Global Index, que também foi criada pela dupla e é atual detentora do código de peer-to-peer que permite o funcionamento do Skype. Ao invés disso, o eBay decidiu assinar um acordo de licença com a Global Index para que pudesse usar o código. Os criadores afirmam que esse código passou a ser alterado e redistribuído quando os dois deixaram o Skype em 2007. O eBay, no entanto, nega ter feito tal coisa, dizendo que as alegações “não tem mérito algum e são fundamentadas em erros legais e factuais”.

O processo anterior aberto em março na Inglaterra tem as mesmas acusações. Mas o novo processo foi aberto dessa vez em solo norte-americano e pede 75 milhões de dólares por dia em danos. Apesar de todo o problema judicial, um porta-voz do eBay afirma que deverão entrar em um acordo com a Joltid para que venda ocorra e seja concluída antes do final do ano. [NeoWin]