Seu simples smartphone, com apenas um visor, não é mais o suficiente para você? Pois fique sabendo que a Kyocera – tudo bem, ela não é tão conhecida assim no mundo dos dispositivos móveis – apresentou um novo aparelho que promete dois visores, para quem precisa de mais espaço para realizar suas atividades.

O Kyocera Echo tem tudo para agradar aquelas pessoas que são adeptas de monitores múltiplos. Vários especialistas dizem que trabalhar com mais de um monitor aumenta a produtividade. Será que o mesmo vale para os visores de smartphones? No caso do Echo, são duas delas de 3,5 polegadas. Ambas são touchscreen, claro.

Kyocera Echo em funcionamento (foto: CNET News)

Ao colocar as telas lado a lado, o que temos é um grande visor de 4,7 polegadas. Para que tudo funcione perfeitamente, a fabricante desenvolveu 4 modos distintos de visualizar as imagens. Varia desde o mais simples, para quem quer usar apenas um visor, até o mais complexo. Nesse último caso, uma das telas apresenta a imagem principal do aplicativo, enquanto a segunda tela funciona como visor auxiliar, com direito a comandos e ferramentas para acesso mais rápido. Lembra bastante o modo como o Nintendo DS apresenta suas duas imagens.

Outro modo de visualização de aplicativos interessante é o multitask do Echo, que coloca um aplicativo em cada visor. Isso não é possível – pelo menos não de modo nativo – em nenhum outro smartphone vendido atualmente.

Como ter um hardware curioso não é suficiente para fazer os consumidores tirarem o escorpião do bolso, o Echo conta com Google Android 2.2. Não é a versão mais recente do sistema, mas certamente já quebra um galho. E como saber especificações nunca é demais, tome nota: processador 1 GHz Snapdragon, 1 GB de memória interna e câmera de 5 megapixels (que grava vídeos em 720p).

Oferecido inicialmente pela operadora Sprint, o Echo vai custar 200 dólares. Para variar, somente com contrato de 2 anos.

Com informações: CNET News.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Caio Furtado
É bem parecido com o DS, e como lá nos EUA eles processam até por quebra de patente do uso da mesma folha A4...
@nihx
Só vai dar tempo de ligar...
@nihx
Me diz onde vende um Kyocera então, Paulo... na Claro é que não é...
Hernani
Vi um outro blog pisando em ciam desse lançamento, será mesmo que ele é tão ruim, mas uma coisa é certeza, a bateria dos smartphones de hoje já dura pouco, com 2 telas então
Renan A. Mendonça
Eu sempre achei errado o Thumb Down, imagino que pelo fato do TB prezar pela liberdade de expressão, eles tenham retirado. Pois é o mesmo que censurar alguém (Mesmo que ainda tenha maneira de ler, cicando no "Clique para mostrar").
Gabriel Silva
Nossa, será que a Kyocera ficará mais conhecida com este feito? (SERÁ???)
@pmnhaes
LINDO!
JOHN DOE
lulz kyocera de volta WTL
Guilherme macedo
Tem 3 multifuncionais Kyocera aqui na empresa onde trabalho. São ótimas e aguentam o tranco. Mas são meio lerdinhas na impressão. Estou curioso sobre esse celular.
@cristianotonel
Destruiu o Paulo.
@salgadonovaes
Verdade... a Kyocera não é conhecida, como o texto explica bem, no ramo dos celulares. Mas é uma marca já consagrada no mercado de impressoras e multifuncionais.
Arthur Gonçalves
Custando R$ 2000 + plano mensal caríssimo quando chegar no Brasil. OFF TOPIC: poxa, sem thumbs down não é a mesma coisa :(
Daniel Luiz
Até parece que foi a Ñintendo que "inventou" essa tecnologia...
Rafael The Mist
ON TOPIC: Realmente, o que me preocupa é a bateria desse troço. Cada vez mais recursos, cada vez menos autonomia. OFF TOPIC: Tem mais Thumb down não?
Pedro
Kyocera foi um dos primeiros celulares da minha mãe... rsrs, mas até que eu gostava dele. Essa idéia de duas telas me parece um tanto quanto ousada e interessante mas eu não sei se arriscaria.
Exibir mais comentários