Início / Arquivos / Jogos /

Processo da LG pede que PS3 pare de ser vendido nos EUA

Rafael Silva

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

Mais um dia, mais um processo judicial. As empresas parecem usar a tática de abrir um processo envolvendo patentes com a mesma frequência que liberam novos produtos. E embora muitas das vezes os processos peçam uma quantia incrível de indenização, esse não é o caso da LG. No lugar do dinheiro, a empresa pede uma investigação detalhada sobre a quebra de patentes e também que a venda do PS3 seja proibida em todo o mercado norte-americano.

O pedido da LG foi direcionado para a ITC, Comissão de Comércio Internacional americano, que é órgão que regula a venda de produtos importados nos EUA. No pedido a LG requer que todas as unidades do PS3 sejam retiradas da venda por causa de uma possível infração de patente, que dizem respeito ao método usado pela Sony para ler dados de discos Blu-ray e também no método usado pela criadora do console para exibir legendas, dentre diversas outras.

Como bônus, a denúncia da LG também pede que o ITC inicie uma investigação para descobrir se a patente está mesmo sendo infringida e que durante esse processo a Sony seja proibida de importar, vender, anunciar ou prestar manutenção nos consoles. Essa denúncia parece ser uma resposta da LG à Sony, que também abriu um processo similar no ano passado contra a empresa.

Você queria uma desculpa para ir pros EUA? Aí está. Espere a ITC acatar a denúncia da LG, compre diversos PS3 aqui no Brasil e Ok, no meio da digitação dessa sentença acabei percebendo o tamanho da besteira que eu estava propondo. Deixa pra lá.

Com informações: Slashdot.