Início » Arquivos » Internet » Yahoo manda mais 140 empregados embora

Yahoo manda mais 140 empregados embora

Avatar Por

O Yahoo, que ainda é o maior portal (de conteúdo e serviços) da internet mundial, vem perdendo musculatura nos últimos tempos. Desistiu de ser buscador para adotar soluções da Microsoft, enquanto se foca em um reposicionamento empresarial. E como toda boa engenharia, lá vem demissões. Mais de 600 funcionários foram colocadas na rua nos últimos, e mais 140 estão a caminho.

Na terça-feira, em meio ao aniversário da cidade de São Paulo (quem se importa?), a empresa anunciou que parte da sua equipe de marketing seria convidada a se desligar da companhia nas próximas semanas. São funcionários que planejam o futuro do Yahoo como produto/serviço, que agora voltam para o mercado em busca de uma recolocação profissional.

Carol Bartz, a louca executiva que atualmente comanda o Yahoo, tem feito demissões constantes. A intenção dela é diminuir custos, e a melhor forma de fazê-lo (ao que tudo indica) é mandando pessoal embora. São profissionais cujo trabalho é derradeiro para o futuro da empresa, mas ainda assim a decisão de demitir foi mantida.

O Yahoo que Bartz quer construir terá foco na produção de conteúdo editorial, e não em serviços ou na busca. Não por acaso, um acordo global fez com que o Yahoo adotasse o sistema do Bing (ainda em processo de integração, devo dizer). Para um ganho editorial, o Yahoo agora se foca em sites locais, que ofereçam conteúdo específico para uma determinada região.

140 funcionários dirão adeus à sede da empresa em Sunnyvale, na Califórnia

Esse posicionamento que o Yahoo vem tomando é bastante semelhante ao da AOL, que deixou de ser provedor de acesso para virar uma central de conteúdo. Se é economicamente viável, isso só o tempo dirá.

Eu não tenho informações sobre demissões no Yahoo Brasil, o escritório da empresa focado no mercado nacional. Será que a crise não chegou por aqui?

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Fer
Só sei que o pessoal do Y! A Brasil só quer saber de ganhar pontos, já nem tenho esperanças de ser respondido, já sei que vão responder: "2 pontos" ou "procura no google" Que vá para o inferno com a porr* do Google!
Fer
Fora o fato de todas as "novidades" do Google serem cópias do Bing USA e Yahoo!
Hernani
lol alguém ai lembra da propaganda: Yahooooooooooooooo
Hernani
Não podem acabar com o Yahoo Respostas, como irei me divertir?
Hernani
O mundo hoje não da tréguas, a evolução é tão rapida que empresas viram de grande porte de um dia para o outro e morrem da mesma forma
Rafael
Flick. Owner: Yahoo! Inc. http://en.wikipedia.org/wiki/Flickr
Rafael
Ah me poupe não tenho links agora mas todos que acompanham market shares sabem que o que eu falei é real.
Ramon Melo
Além de não ter citado nenhuma fonte, nada do que você postou aí é excepcionalmente lucrativo. Ao contrário do buscador, que é a principal fonte de lucros do Google, em conjunto com a dupla Adsense/Adwords.
Caio Furtado
O Flickr não é mais do Yahoo! lembra? Ele foi vendido... '-'
Caio Furtado
Se for falir, não vai ser por conta das demissões, e tampouco agora. q
Caio Furtado
KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK é mesmo...
Caio Furtado
De fato, afinal nenhum império dura para sempre... '-'
Fabio
É culpa do Facebook! rsrsr
Rafael
Ok eles não têm tido os mesmos resultados positivos como antes, mas essas demissões não são somente para reduzir custos. Li que a Yahoo! está sendo reformulada internamente: novas equipes para cuidar de certa parte de certo serviço sendo formadas e ao organizar melhor o cargo das pessoas duas pessoas acabariam fazendo a mesma coisa, uma delas é demitida se não se achar outra coisa pra ela fazer dentro da empresa é óbvio.
Rafael
Sim o terceiro site mais visitado no mundo vai falir, quero uma empresa falindo assim pra mim!
Exibir mais comentários