Os advogados de Paul Allen não terão descanso nem durante a época de festas. O cofundador da Microsoft – ele e Bill Gates criaram a companhia em 1975 – decidiu reabrir um grandioso processo judicial que mira nas principais empresas da internets. Desde o Google até a AOL, o objetivo de Allen é provar que tais empresas violam diversas patentes registradas pela Interval Licensing, sua empresa de pesquisa e desenvolvimento.

“Processo mesmo, e daí?"

Essa não é a primeira vez que a Allen tenta tirar uma grana das empresas mais bem sucedidas do mundo da tecnologia. Em agosto desse ano, a Interval Licensing já havia iniciado um processo similar, que foi encerrado em meados de dezembro. Estavam na mira de Allen as seguintes empresas: Apple, Google, Facebook, YouTube, AOL, eBay, Yahoo!, Netflix, Staples, OfficeMax e Office Depot. Por sorte do departamento jurídico delas, uma juíza determinou o fim da ação porque a Interval não informava quais companhias violavam quais patentes.

Nessa segunda tentativa de processar a internets Paul Allen foi mais esperto. Seus advogados revisaram a documentação anterior e passaram a justificar por que diabos cada uma das empresas estava sendo acusada de violação de propriedade intelectual.

Para facilitar as coisas, abaixo está o resumo das acusações de Allen:

  • Exibição de informações relacionadas. Sabe quando o Google usa trechos de mensagens do Gmail para exibir anúncios? A Interval acredita que isso fere uma de suas patentes, bem como um sistema utilizado pela AOL para recomendar conteúdo relacionado em suas páginas. Por favor, ninguém conte para o cofundador da MS que o Tecnoblog também usa esse tipo de recurso. 😉
  • Exibição de mensagens por meio de janelas e caixas sobrepostas. Sim, a patente é vaga mesmo, mas Allen quer tirar dinheiro do Yahoo por fazer uso desse recurso no Yahoo Messenger. E o mesmo vale para o Google Talk e a Dashboard da Apple.
  • Alertar usuário para conteúdos interessantes. De acordo com a Interval Licensing, a AOL faria isso em seus navegador para avisar de ofertas comerciais interessantes, enquanto a Apple emprega o mesmo artifício na iTunes para avisar sobre músicas que o cliente vai gostar de baixar.

Como você pode ver, as descrições das patentes de Paul Allen são absolutamente genéricas. Ainda assim, o escritório de patentes concedeu a ele esses registro, então ele legalmente tem todo o direito de processar quem ele quiser. Ainda assim fica a dúvida sobre até quando os Estados Unidos vão permitir que ideias tão vagas como as de Allen sejam passíveis de registro em patente e posterior cobrança por uso de propriedade intelectual.

E repare bem que somente uma empresa importante não aparece nos processos. Sim, Paul Allen e seus advogados sabidamente preferiram não incluir a Microsoft no rol de companhias processadas. Será que a MS está licenciando corretamente as patentes de Allen e nós não sabemos?

Com informações: Mobilized e Reuters

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Marcell Almeida
Não sei nem o que falar sobre. Tudo que posso pedir é que vocês nos mantenham atualizado sobre esse assunto.
Turdin
Da-lhe Paul!
Caio Furtado
Realmente. Mas depois que patentearam o Sol, eu não duvido de mais nada...
@pganns
Legal é ver a declaração dele: I hope you believe, as I do, in the inexhaustible ability of human beings to find answers to problems, to create works of beauty and originality, and to craft vital new ideas inspired by those who've gone before. The possible is constantly being redefined, and I care deeply about helping humanity move forward. To me, there's nothing more gratifying than that. Paul G. Allen. No site: http://www.paulallen.com/TemplateHome.aspx?contentId=1
Felipe Silva
:) uma espanhola se não me engano, pois se eu pegar alguma doença de pele devido ao sol, vou processa-la
@brunogdb
Será que o juiz vai fazer assim de novo? "Processo por patente? Próximo caso!"
Braz
KKKKKKKKKK Terrivel
Silas
Tô achando que tudo isso faz parte de um plano maligno da microsoft. Ele quer processar o google pois exibe informações relacionadas. Logo vai ser um WIN para o Bing da microsoft. Processar o yahoo messenger e o google talk por Exibição de mensagens por meio de janelas e caixas sobrepostas e será um WIN para o Messenger da microsoft. E quer processar a Apple por causa do iTunes será um WIN para o a microsoft sobre qualquer produto que Alertar usuário para conteúdos interessantes. M$ é do Mal
Silas
Ele deve estar falindo para querer tirar dinheiro das empresas das internets, REEEPAREM que só esta processando as Grandes empresas (tirando a micro$oft), Logo o que, que ele quer é dinheiro mesmo. Vou patentear isso aqui - http://www.sonaboa.com/wp-content/uploads/2010/12/energia-infinita.jpg - e processar QUALQUER UM que fazer igual isso será dinheiro para sempre. (eu sei que é impossível de fazer isso só estou "zuano")
@ric_bnu
Não esqueça de internerd!
Breno Brito
Será que a Intel contrata? Afinal, processa mais que o Core i7
Rafael Oliveira
Se achou estranho, já ouviu falar de interwebs?
@AntonioVeras
Quem muito tem, mais quer.
@mosblenarufa
1° Exibição de informações relacionadas Ele poderia tirar do ar o buscador google não?Afinal você digita um texto e ele exibe links/imagens/mapas/whatahell relacionado? Poderia retirar o steam,todos sites que mostram textos relacionados(Mobilon já pagou a ele?),todos os outros buscadores(mesmo motivo do google) Redes sociais(que mostram coisas que por afinidade deveria entrar em seu circulo social) e praticamente tudo que usa um http:// na frente...
kpton
"Alertar usuário para conteúdos interessantes." Se for assim, ele deveria processador o Steam também, que recentemente adotou este tipo de serviço...
Exibir mais comentários