Início / Arquivos / Aplicativos e Software /

Rússia deve migrar para software livre até 2015

Paulo Graveheart

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

Ao que tudo indica, o governo russo andava meio Putin com a supremacia de aplicativos proprietários nos orgãos do governo e resolveu o problema na base da força: todos o governo russo deverá migrar para o Linux e outras alternativas livres até 2015, com o início das operações já no primeiro quadrimestre de 2011.

Aberta temporada de caça ao software proprietário

A ordem, assinada pelo primeiro-ministro Vladimir Putin, é detalhada em um documento (que pode ser lido aqui) contendo 25 passos que deverão ser tomados para que a migração ocorra com sucesso. Entre os itens, temos: treinamento e qualificação dos usuários, tradução de programas, adequação de sistemas, criação de pacotes e até repositórios públicos próprios para o governo.

Tudo muito bem explicado e com datas específicas para acontecer. Bem diferente da situação brasileira, em que o uso do software livre já foi até mesmo usado em campanhas eleitorais passadas, mas acabou virando uma novela de erros depois.

Se bem que, não custa lembrar, essa não é a primeira tentativa do governo russo de tentar migrar sua base de computadores para soluções livres, parcial ou de forma plena. A diferença é que dessa vez a ordem partiu e foi assinada pessoalmente pelo primeiro-ministro Vladimir Putin, e como podemos ver pela imagem acima, se o primeiro-ministro russo dá uma ordem, é um sinal claro de que essa ordem deve ser executada.

Com informações: Mashable