Por algum motivo que desconhecemos, na última atualização do iOS, a Apple retirou a API que permitia que desenvolvedores detectassem se o aparelho onde o aplicativo está rodando havia ou não sofrido jailbreak.

Você provavelmente deve estar imaginando quem se importa com isso. Os profissionais de TI de empresas que distribuem aplicativos corporativos para iPhone se importam.

Por meio dessa API eles podem podiam detectar se o aplicativo distribuído havia sido instalado em um dispositivo jailbroken, o que pode ser indesejável sob o ponto de vista de um gestor de TI por abrir o dispositivo a instabilidades, principalmente se o usuário não souber muito bem o que está fazendo.

Há também a questão da segurança do dispositivo contra malwares e invasões, mas esse já um assunto muito mais discutível, afinal, como vimos semana passada aqui no TB, iPhones com jailbreak podem ser até mais seguros que os mantidos com o sistema operacional fechado.

A Apple não explicou porque eliminou ou desabilitou a API que havia sido introduzida recentemente no iOS 4.0, mas os desenvolvedores de aplicativos que fazem esse tipo de monitoramento não parecem muito desesperados, afinal há outras maneiras de se verificar se o sistema passou ou não pelo jailbreak.

E convenhamos, a API talvez nem fosse o método mais garantido de realizar essa avaliação. Afinal, se você tivesse hackeado o sistema operacional com más-intenções, uma das primeiras coisas que você faria não seria modificar a parte do sistema que te delata por meio de uma API oficial? 😉

Com informações: NetworkWorld.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Daniel Drumond
Sou usuário de Android, e fascinado pela plataforma. E para explorar todo o potencial dele eu precisei sim fazer alterações...
Vinícius
Compre um telefone com Android e seja feliz. Ter que fazer qualquer tipo de alteração em um produto para que ele fique bom ou explore todo seu potencial (e ainda por cima perder a garantia) me diz que existe algo de errado na sua concepção.
@Fireballmaker_
Claro, claro, o melhor é comprar um iPhone e depois não ter nem dinheiro para comprar um app. Compra logo um iPhone pré-pago!
minitoad
haters gonna hate. mimimi, não tenho grana pra comprar um iPhone então vou falar que é um lixo, mimimi vou comprar um MP1824589 com 18 chips pq é melhor. Brasileiro típico!
Igor Flores
Isso é o que todo mundo diz, mas a maioria usa para pirataria.
kylefurtado
Eu já tive um iPhone e nunca fiz jailbrake, não vi utilidade, afinal, eu não queria nada livre. Quando eu quis, comprei um Android. Foi mais simples.
@brunogdb
iPhone Dev Team and other developers Win
Augusto
Como já dito, jb é pra conseguir apps não autorizados, e não apps piratas. O InfiniFolders por exemplo, foi um dos melhores "apps" que comprei pro iPhone e precisa de jb para tanto.
Giovanni
O propósito principal do Jailbreak não é a pirataria, é a abertura do iOS para que desenvolvedores possam criar aplicativos diferentes dos que a empresa da maçã autoriza, as vezes até melhores do que os oficiais. A própria comunidade de jailbreak desencoraja fortemente o uso de qualquer app pirata.
Wagner Shimatai
Eu já tive um iPhone 2G e hoje tenho um HTC com Android. Te digo que em termos de usabilidade o Android é igual ou superior, ainda mais que o meu HTC tem multi-touch, como o iPhone, então não fica devendo em nada.
Wagner Shimatai
A maior vantagem do jailbreak não é instalar apps piratas e sim instalar apps que não são aprovadas pela Apple, as vezes são apps de grande utilidade.
Leonardo Santos
Para inicio de conversa o cara ja faz besteira ao comprar um iPhone...
Nash
Mais um que confunde Jailbreak com pirataria. Tsc.
Igor Flores
JailBreak é a maior chinelagem do mundo. E o pessoal ainda acha bonito... "Ta loco, que burro, comprando os app, tenho tudo de graça" Se tu tem 2100 reais pra comprar um iPhone, comprar apps não será problema. Mas pelo visto, muita gente gasta todo dinheiro que tem, ou que não tem, pra adquirir um sabe se lá pra que...