Início / Arquivos / Celular /

Apple cancela API para detectar iPhones com jailbreak

Juarez Lencioni Maccarini

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

Por algum motivo que desconhecemos, na última atualização do iOS, a Apple retirou a API que permitia que desenvolvedores detectassem se o aparelho onde o aplicativo está rodando havia ou não sofrido jailbreak.

Você provavelmente deve estar imaginando quem se importa com isso. Os profissionais de TI de empresas que distribuem aplicativos corporativos para iPhone se importam.

Por meio dessa API eles podem podiam detectar se o aplicativo distribuído havia sido instalado em um dispositivo jailbroken, o que pode ser indesejável sob o ponto de vista de um gestor de TI por abrir o dispositivo a instabilidades, principalmente se o usuário não souber muito bem o que está fazendo.

Há também a questão da segurança do dispositivo contra malwares e invasões, mas esse já um assunto muito mais discutível, afinal, como vimos semana passada aqui no TB, iPhones com jailbreak podem ser até mais seguros que os mantidos com o sistema operacional fechado.

A Apple não explicou porque eliminou ou desabilitou a API que havia sido introduzida recentemente no iOS 4.0, mas os desenvolvedores de aplicativos que fazem esse tipo de monitoramento não parecem muito desesperados, afinal há outras maneiras de se verificar se o sistema passou ou não pelo jailbreak.

E convenhamos, a API talvez nem fosse o método mais garantido de realizar essa avaliação. Afinal, se você tivesse hackeado o sistema operacional com más-intenções, uma das primeiras coisas que você faria não seria modificar a parte do sistema que te delata por meio de uma API oficial? 😉

Com informações: NetworkWorld.