O sistema de DNS hoje é controlado por um órgão apenas, o ICANN, que tem poder supremo sobre ele. Embora a instituição receba contribuições esporádicas de outros países, sua sede está localizado nos EUA e por isso os americanos exercem uma influência maior do que deveriam sobre ela. Por esse e outros motivos um grupo de entusiastas de P2P resolveu criar uma alternativa ao sistema de DNS controlado pelo órgão, chamada dot-p2p.

A criação do projeto pode ser considerada uma resposta à apreensão de diversos domínios de sites de torrent por parte da polícia americana. O novo esquema usaria a tecnologia P2P baseada no protocolo bittorrent que seria decentralizado, o que automaticamente impede qualquer governo de tirá-lo do ar. O dot-p2p também vai precisar de um novo de domínio de topo para funcionar e não coincidentemente, ele é o mesmo que dá nome ao projeto: .p2p.

Inicialmente, para acessar sites com esse TLD os usuários precisariam de um programa no computador que funcionaria como um DNS local e redirecionaria o navegador para o IP do site. Mas um servidor centralizado para esse tipo de conversão já está nos planos da equipe por trás do projeto.

A ideia é bastante controversa mas grandes nomes da comunidade P2P, como o ex-porta-voz do Pirate Bay Peter Sunde, já declararam publicamente seu apoio ao projeto. Nenhum servidor de internet, no entanto, manifestou ser contra ou a favor do dot-p2p. Isso acontece provavelmente por que eles temem uma possível represália do ICANN ou de outras companhias ligadas à internet como registars de domínios e outros servidores.

Com informações: TorrentFreak, Dot-p2p.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Alexandre
parece que encontraram uma saida mais ou menos legal pros torrents continuarem. eu agradeco
Gabriel Lisboa
Apoio total!!!! Descentraliza isso mesmo, a internet é global, nada de centrar tudo nos EUA e eles mandam e desmandam!! Fora isso!!!!
Turdin
Espero que dê certo, acabe com essa palhaçada do ICANN
João
Duvido que vá para frente. Web não é terra de ninguém.
Daniel Drumond
Tenho medo de fazerem zona na web ao descentralizarem. Mas, confio nas intenções da comunidade, tomara que dê certo!
kylefurtado
Interessante.
Bruno Gall
Bem suspeito mesmo, eu estranhei isso quando de primeira