Início » Arquivos » Celular » Redatora do TechCrunch expressa sua revolta com o Brasil e recebe muitas respostas

Redatora do TechCrunch expressa sua revolta com o Brasil e recebe muitas respostas

Por
Imagem que Sarah Lacy usou para ilustrar seu texto. O uso da bandeira irritou muitos brasileiros.

Imagem que Sarah Lacy usou para ilustrar seu texto. O uso da bandeira irritou muitos brasileiros.

Hoje Sarah Lacy, redatora do site de tecnologia TechCrunch postou um artigo desabafo sobre sua viagem ao Brasil. O motivo do descontentamento de Lacy, na realidade, é o fato da viagem não ter acontecido. No post, a redatora culpa o governo brasileiro por não ter seu visto liberado a tempo de fazer a viagem planejada.

Lacy viria ao Brasil para realizar pesquisa para o livro que está escrevendo sobre empreendedorismo em mercados emergentes. Ela afirma que estava há meses ansiosa pela viagem e que até mesmo estudou português por quatro meses. Diz ainda que, apesar disso, seu marido não estava muito animado com a viagem, tendo ouvido muitos relatos de sequestros e violência.

A viagem foi cancelada porque o visto brasileiro de Sarah Lancy não saiu a tempo. Depois de adiar a viagem em uma semana e, novamente, não ter seu visto emitido a tempo, a autora resolveu cancelar a viagem. De acordo com o serviço de despachante contratado por ela, ninguém estaria conseguindo vistos para o Brasil pois o governo teria decidido mudar para um novo sistema informatizado em todos os consulados e ainda não teria conseguido colocar o sistema em funcionamento adequado, gerando atrasos generalizados na emissão de vistos.

Sarah Lacy ficou nitidamente exaltada com a situação e escreveu com jeitinho em caixa alta:

Vocês querem atenção e investimento estrangeiro, Brasil? Aqui vai uma idéia: DEIXE AS PESSOAS ENTRAREM NO MALDITO PAÍS.

A autora conclui dizendo que o país deveria estar envergonhado e seus empresários furiosos. Acrescenta que deve tentar vir ao Brasil novamente em dezembro ou janeiro pois acredita que ainda há ótimas histórias aqui para serem relatadas, mas que “quando se é mais difícil de entrar que a China, não é bom presságio para investimento estrangeiro.”

No momento da redação desse texto o post de Sarah Lancy estava fora do ar, por motivos desconhecidos. O Tecnoblog tentou acessá-lo também através de proxies, sem sucesso. Foram registrados 492 comentários, superando até o (também bastante discutido) post sobre a falha no Gmail. Muitos dos comentários criticam a autora por sua arrogância ou por sua falta de planejamento. O Twitter de Sarah Lacy também recebeu diversas mensagens em resposta a seu texto.