Início » Arquivos » Negócios » Enfim, Beatles na iTunes Store

Enfim, Beatles na iTunes Store

Avatar Por

Os rumores (mais uma vez) se provaram verdadeiros. A Apple acaba de anunciar oficialmente: já podemos encontrar os Beatles na iTunes Store. Bem a tempo do Show do Paul McCartney em São Paulo, os Beatles e a Apple finalmente entraram em um acordo (não que isso tenha qualquer coisa a ver com a escolha da data pela Apple, mas enfim…).

Obviamente, os brasileiros estão de fora disso tudo. Para comprar as músicas do quarteto de Liverpool — ou qualquer outra na iTunes Store — é preciso ter uma conta americana. Não que não seja possível contornar isso com o famoso “jeitinho brasileiro”, mas que, em um mundo com tanta pirataria dá raiva ter que fazer malabarismos para tentar fazer a coisa certa, isso é inegável.

Como sempre, a Apple fez alguns vídeos publicitários sobre seu anúncio de hoje. Eles podem ser vistos no site da empresa.

Atualização | A Apple (do Jobs), juntamente com a EMI e a Apple (gravadora dos Beatles) emitiram um press release sobre o lançamento do dia. Veja o que Jobs disse a respeito:

“Nós amamos os Beatles e estamos honrados e animados em dar as boas-vindas a eles nos iTunes,” escreveu o CEO da Apple Inc. “Foi um caminho longo e árduo para chegar até aqui. Graças aos Beatles e à EMI, nós estamos agora realizando um sonho que tínhamos desde o lançamento do iTunes há dez anos.”

Trazer os Beatles ao iTunes tem sido uma jornada pessoal de Jobs há muitos anos. Como grande fã da banda, ele queria muito que eles deixassem de ser um das poucas ausências na loja que mais vende música nos EUA, a iTunes Music Store.

Os primeiros conflitos entre a Apple Inc. (empresa de Jobs e Woz) e a Apple Corps (holding fundada pelos Beatles, proprietária da Apple Records, gravadora da Banda) datam de 1978. Havia a acusação de que a empresa de computadores estaria infringindo a marca da gravadora. O processo chegou a um acordo em 1981: a Apple Computer (hoje Apple Inc.) concordava em não entrar no negócio musical e a Apple Corps concordava em não entrar na indústria de computadores.

Daí em diante foi uma sucessão de entraves judiciais. Se a interface MIDI do Apple II já fez a Apple Corps acusar a Apple Computer de infringir o acordo, imaginem só quando a iTunes Music Store foi lançada em 2003.

De alguma maneira (que provavelmente envolveu muito trabalho de advogados e grandes quantias de dinheiro), as duas Apples conseguiram fazer as pazes e hoje, enfim, o Fab Four chegou à iTunes Store, o primeiro serviço legal de download de músicas a oferecer as canções da banda.

Steve Jobs venceu sua cruzada pessoal, os americanos podem comprar Beatles no iTunes e nós podemos arquivar mais um desses rumores sobre a Apple que perduram por anos.

“Eu estou particularmente contente porque não serei mais questionado sobre quando os Beatles chegarão ao iTunes,” disse o baterista-besouro Ringo Starr.

Nós também Ringo, nós também.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Wilson
concordo que beatles seja fabuloso pra muita gente, mas acho que a apple foi exagerada na colocação de ser algo "inesquecível", até porque, quem é que é fã dos beatles e que já não tem as músicas deles no iPod (sejam elas obtidas legais ou ilegalmente, não vem ao caso.)
kylefurtado
Não fale assim, não é tãooo pouca bosta.
@mapuche77
kkkkkkkk... Adoro Beatles. Agora, tapa com "luvas de pelica"? O que o Android tem feito com a Apple na seara mobile é algo bem mais violento que um ato simbólico quanto o que descreveu; tá mais pra soco no estômago! A propósito, os donos de Um N8, ou qualquer outro smart nokia com Comes With Music - Ovi Music, pode baixar álbuns dos Beatles desde o lançamento do serviço. Do N8 ainda é "de grátis" por 06 meses.
Andréa
É legal, mas sinceramente eu esperava mais! Nem todo mundo "ama" Beatles e um app bacana ou uma atualização seriam mais legais!
Felipe Autran
O erro da Apple deve ter sido quando achou que os usuários do iTunes gostam de música. Pelos comentários percebe-se que eles não entendem nada.
@amsalau
Tá, e a notícia bombástica sem a qual o mundo não existiria mais e que foi prometida para hoje?
Felipe Autran
Eu não sei se vocês perceberam, mas a indústria da música acabou de mudar de uma vez. Quem tá achando que foi muita propaganda por nada não tem a menor ideia do impacto que isso tem no mundo da música. A Apple acabou de reinventar toda a indústria musical. Não tem mais desculpa para um artista não entrar no mercado de música digital. Enfim, é algo impossível de se fazer entender em um comentário, mas saibam que com certeza não foi muita propaganda por nada. Vocês estão vendo uma das maiores indústrias do mundo mudando, não tem como falar que isso só vai afetar quem é fã dos Beatles. Esse lançamento vai afetar TODAS as pessoas que consomem música. Ou seja, todos os usuários do iTunes.
Bruno Gall
Ebaa! Agora posso comprar Beatles no iTunes, mas porra Apple, que decepção
Erick
Porcaria de iTunes store que Nao funciona no Brasil. Usem o Sonora! Hehe
Altieres Debone
realmente, mta propaganda para bosta nenhuma! #applefail
Rardgi
É disso que estou falando =/
Rardgi
Não estou dizendo que Beatles sejam ruim (eu não gosto mas respeito quem gosta) mas pera lá... Quem é aficionado (pelo menos a grande maioria) por tecnologia que mais, muito mais, quer tecnologia. Ainda mais com a propaganda que a Apple fez do negócio... Esse negócio de disponiblizar albums em lojas web é muito, mas muito batido mesmo... Não importa se Beatles ou Restart, muito batido. A Apple, depois dos tapas com luva de pelica que andou tomando da Google por conta do Android, não pode perder tempo (bem, ao meu ver é perda de tempo sim) com essas, digamos, brincadeiras com a cara dos seus fiéis usuários...
@dodo_vibe
Beleza The Beatles na itunes e cadê o 4.2 !
? Renato Gasoto
mas que, em um mundo com tanta pirataria dá raiva ter que fazer malabarismos para tentar fazer a coisa certa, isso é inegável.[2] Complementando @Trovalds, long story short: a produtora dos Beatles se chama Apple, e a produtora e a empresa de Jobs tiveram vários embates jurídicos por causa disso. Até que firmaram um acordo de que uma não entraria no ramo da música, enquanto a outra não entraria no ramo da tecnologia. acordo obviamente quebrado com o lançamento do iPod + iTunes + iTunes Store... Então pelo jeito chegaram a um acordo finalmente, ou multas altissimas foram pagas pelo Jobs.
Alex Ribeiro
Bom, não há como não concordar que para Apple, como vendedora de música, e os fans dos Beatles, que não são poucos, isso é importante. Já para o resto da humanidade não vai fazer diferença alguma. Acho que é isso que frustrou algumas pessoas, tipo eu.
Exibir mais comentários