"Eles vão tentar reproduzir O QUÊ???"

Vocês já sabem, no início todo nosso universo estava em um estado quente e denso até que, cerca de 14 bilhões de anos atrás aconteceu uma grande explosão que deu origem a todos os corpos celestes — o que inclui, é claro, nossa querida Terra.

Esse momento histórico conhecido como Big Bang é o que os cientistas do CERN estão tentando reproduzir no acelerador de partículas LHC, na Suíça.

Ao longo dos últimos meses o LHC tem gradualmente aumentado o porte de seus experimentos, e os cientistas acreditam que já estão prontos para começar a experimentar com “micro Big Bangs” gerados pelo acelerador (me ocorre que talvez devêssemos chamar os “micro Big Bangs” apenas de “Bang”…).

Para tanto, além dos prótons que já brincavam de bate-bate dentro do acelerador de partículas, os cientistas acrescentarão íons de chumbo, e isso, espera-se, irá reproduzir o cenário que uma hipotética pessoa poderia ter observado há 13,75 bilhões de anos atrás, instantes após o Big Bang.

As colisões com o chumbo como convidado especial devem começar ainda neste mês. Os estudiosos acreditam que poderão obter por esse processo, novos estados da matéria — novos para nós, claro, os cientistas estão “apenas” recriando o que aconteceu no surgimento do universo.

A quem interessar saber, o novo estado é um tal de “plasma quark-gluon”. Mas não me perguntem do que se trata. Já conheço o sólido, o líquido, o gasoso, o plasma e o Bose-Einstein. E isso, para mim, ao menos por enquanto, já está de muito bom tamanho. 😀

Com informações: Discovery News.