Uma pequena modificação nos termos de serviço da API de contatos do Google pode causar uma possível revolta generalizada no futuro. A modificação aconteceu no termo número 5.8 que agora diz, dentre outras coisas, que “Ao acessar conteúdo a partir da API de dados de contatos […] para usá-la no seu serviço ou aplicativo, você está concordando que vai permitir seus usuários a exportação de seus dados de contatos para outros serviços ou aplicativos à sua escolha […]”. Porquê isso causaria revolta, você pergunta?

Diversas redes sociais usam a API de contatos do Google. Essa API é acessada sempre que você coloca seu login e senha do Gmail em uma rede social que não faz parte do Google. É através dessa importação de dados que tal rede social procura e encontra contatos dentro da sua base de dados própria para adicioná-los automaticamente no seu perfil. Isso acontece no Twitter, MySpace e até no Facebook. Mas ao que parece, o Google estaria mirando especificamente na última.

O Facebook permite a importação de contatos pela API do Google, mas ele não dá uma opção fácil o bastante para usuários exportarem os mesmos dados para fora da rede e é isso que o Google quer. Segundo um porta-voz da empresa, “usuários não estão atentos ao fato de que uma vez que eles importaram seus contatos para sites como o Facebook, ele estão efetivamente presos”. A mudança, no entanto, afeta todas as redes que usam a ferremanta.

Com a alteração dos termos de serviço, as redes sociais que usam a API de contatos tem duas opções: ou passam a oferecer uma ferramenta de exportação de dados de contatos ou não usam mais a API do Google. E é nessa parte que uma potencial revolta pode acontecer, já que ninguém quer perder público para ninguém. O Google, no entanto, não deu uma data limite para até quando os serviços devem disponibilizar a ferramenta. É mais um daqueles casos de esperar para ver.

Com informações: TechCrunch.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Rafael
-13 só porque falei uma verdade? Cara todo mundo é livre pra pegar dados de usuários do Facebook, por API.
Hernani
Troca troca de usuários, uma put*ria quase que literal
Marcell Almeida
Assino em baixo!
kylefurtado
Exato.
Caio Alexandre
A se refere a empresa em si. Quando falando O Google, se refere ao buscador e outros serviços. A (empresa) Google e O (buscador) Google.
Felipe Autran
Parem de falar 'a Google'! Vocês estão me deixando louco!
Regis
Eu já não penso assim. Só porque é a Google ela não tem que deixar as "companheiras" usarem e abusarem das informações que ela tem. Tudo tem seu "preço", se querem usar os dados da Google, permitam que a Google utilize os seus dados também. Se as concorrentes não querem liberar essas informações para a Google, não poderão utilizar os dados da Google também. Simples assim. Abraço.
Rafael
Hahaha, discordo dos comentários acima... Pra mim tudo que é a Google quer são os dados dos usuários que estão no Facebook, e não somente "coitadinhos de nós, somos uma empresa pequena, boazinha e aberta, só queríamos ter direitos iguais sobre nossas companheiras de milhões de dólares (concorrentes)".
Bruno Gall
[2], mas a está corretíssimo
Turdin
O certo é isso, "direitos iguais" =)
Matheus
Concordo!
Fabio Campos Coelho
Vou esperar pra ver :P
Tux
Oxe, revolta nada, mais do que justo, quer usar o meu, entao me dá o seu.
Adriano
De certa forma o google está correto, afinal essas redes sociais só querem captar os usuários do google, nada mais justo que o google também captar dados destes usuário também.