Briga de peixe grande é sempre divertida de acompanhar, ainda mais quando envolve alguns milhões de dólares. E é justamente o que está para acontecer entre Google, Microsoft e o governo dos EUA. A gigante de busca entrou recentemente com um processo contra o Departamento de Interior dos Estados Unidos por esse ter exigido o uso do Windows em uma licitação para soluções de software de e-mail e colaboração.

OBJECTION

Segundo o Google, essa obrigatoriedade favoreceria a Microsoft, o que seria ilegal. Obviamente o Google não tomou essa decisão em prol do software livre, mas sim pensando em suas próprias soluções de e-mail, mas é interessante notar que esse processo favoreceria indiretamente aplicativos livres.

A explicação do governo americano para exigência do Windows é de que um relatório baseado em “avaliação de risco e análise do mercado” demonstrou que o sistema da Microsoft era “o único que satisfazia cada requisito do departamento, provendo serviços unificados de e-mail e segurança avançada”. E é justamente essa informação que o Google vem contestando.

O texto completo do processo pode ser lido abaixo. E não custa lembrar que o governo brasileiro passou justamente pelo contrário dessa situação: ele exigiu o uso de software livre em instituições públicas mas acabou voltando atrás por pressão da própria Microsoft.

Google v US Complaint

Com informações: ZDNet/All About Microsoft.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Hernani
O melhor cliente que uma empresa pode ter é o Governo, logo não fico surpreso com o fato do Google estar correndo atrás disso, afinal, os valores serão garantidos aos caixas da Microosoft
kylefurtado
Talvez. Anyway, só pela parte [...]"provendo serviços unificados de e-mail e segurança avançada”[...] eu já teria processado o Governo.
Renyer
“provendo serviços unificados de e-mail e segurança avançada” Segurança? kkkkkk Window$? kkkkkkkkk Avançada? kkkkkkkkkkk
Guilherme Mac
No caso de instituições de ensino, diferentemente do que eu disse abaixo, é um tanto sem sentido ignorar o Windows (pq não fizeram um dualboot como os laboratórios da minha facul?), já que para pesquisa e desenvolvimento é necessário ter acesso a muitas ferramentas.
Shangraf
Moro no Ceara. Aqui nas instituicoes estaduais e federais usam-se linux, pois foi uma medida que o governador adotou ano passado. Compraram dezenas de computadores para nossos laboratorios, todos com windows originais licenciados, formataram e colocaram linux. Estamos tendo varios problemas com compatibilidade, principalmente com app desk. Nao sei porque nao deixaram os 2 sistemas, ja que o Windows era original e licenciado, ai nos alunos temos que nos virar, levando nossos laptops para aula para testar se tem algum bug. Apesar do nosso antigo lab estava bem depreciado e sem reforma a alguns anos, acho que preferia aquele tempo, em que podiamos usar os 2 sistemas.
NandoSS
Que eu saiba o Google ainda é sim um buscador... Mas "a" Google deixou de ser um empresa só de buscador e agora está querendo dominar o mundo... O Google = buscador da Google A Google = uma das maiores empresas do mundo..
Guilherme Mac
Linux ou qualquer software livre não é ideologia. É um modelo de desenvolvimento, e até de negócio, racional, que dá a oportunidade do Estado não ficar dependente de uma tecnologia proprietária (dá independência tecnológica), gera de imediato, ou a longo prazo, economia de recursos públicos e dá oportunidade à concorrência. Então se alguém se basear em qualquer norma do tipo, o argumento para não-adoção é irreal, fraco.
Thássius Veloso
Na democracia não... No modelo neoliberal de economia.
Guilherme Mac
Na democracia, o interesse público, de economia de recursos, eficiência e concorrência, é que dita as regras, não a Microsoft ou o Google, ou seja, o governo não pode, de maneira alguma, escolher o que bem entenda, mas sim o que for melhor para o Estado (que é diferente de "governo") e a sociedade. Se existe a legislação que regula, não é "o Google que está se metendo", mas sim fazendo valer seu direito baseado no interesse público.
Guilherme Mac
Não depender de produtos de uma única empresa privada e economizar recursos faz parte de uma política pública para o futuro. Por isso "proíbem" muitas soluções. Apesar de parecer muito traumático, é necessário.
Guilherme Mac
Microsoft. Em alguns países é ainda pior, com a Microsoft participando de corrupção ativa para não adotar outras soluções: http://portalimprensa.uol.com.br/portal/ultimas_noticias/2008/11/14/imprensa24165.shtml
JoseRenan
o windows fornece segurança mais nem tanto como o governo dos EUA disse: "segurança avançada". Isso fica por parte de softwares de terceiros.. e lá vai mais uns milhões com programas e manutenção..
tiago jaime machado
lembrando que existe uma margem gigantesca para microsoft entrar com medidas deste quilate no brasil, uma vez que a lei de licitação, a famosa 8.666 impede qualquer combra baseada em ideologias. E com esse argumento muito linux se afunda, infelizmente. essa é uma das cartas na manga da ms para a america latina.
@luisdpaula
* Phoenix
@re_gasoto
Está Buscando briga com empresas :P
Exibir mais comentários