Editor de texto | Clique para ampliar

Sem fazer muito alarde, a IBM lançou esta semana a terceira geração de sua suíte de escritório Lotus Symphony. Baseada no OpenOffice 3.x, o programa chega ao mercado com a hérculea missão de enfrentar a hegemônica família Microsoft Office nos ambientes de trabalho ao redor de todo mundo – segmento geralmente avesso à novidades, mesmo que venham da velha e boa “Big Blue”.

Entre suas grandes novidades estão o suporte ao Open Document Format 12 – ou .odf, para os íntimos –, encriptação de documentos, um utilitário para atualizações automáticas, e novas opções de personalização de suas barras de ferramentas.

Como de hábito, a IBM aposta em um visual diferenciado para tentar conquistar adeptos para seu software. A exemplo de seus antecessores ele é composto por um único programa que oferece em sua tela inicial a opção do usuário fazer um novo arquivo de texto, planilha ou apresentação, e separa os documentos abertos por abas. Os menus com as funções mais comuns são organizados em uma barra lateral à direita da tela, solução que promete agradar os que procuram por um programa com visual mais moderno que o OpenOffice, que ainda é fiel ao Windows 98 way of life. No uso cotidiano a melhor notícia é que sua velocidade de carregamento, reconhecidamente seu maior calcanhar de Aquiles até hoje, está notadamente melhor.

Disponível para Windows, Linux e Mac, o software é compatível com 22 idiomas – português brasileiro incluso, e seu download pode ser feito em sua página oficial.

Com informações The H Open, via BrLinux

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Marcell Almeida
Nem sabia que a IBM tinha algo desse tipo. Alias, faz tempo que a IBM não aparece com força no mercado. Até hoje me pergunto porque isso acontece.
Hernani
FAIL
kylefurtado
Credo.
Gabriel
Esperamos que essa versão seja melhor que a anterior, que era complicada e acabava com o rendimento.
Fredson Sousa
Tem nome de smartphone rodado Symbian
@gabriel_k3n
Não consegui baixar pelo site da IBM (versão para Mac OS). Sequer pedia registro, simplesmente me levava pra uma página de Internal Server Error. Acabei baixando pela Softpedia, mas creio que não vá dar pra escolher deixar o programa em português.
Bruno Gall
É mesmo, será que basearam?
J. Janz
Caramba, a interface lembra um monte o KOffice ( http://www.koffice.org/kword/ ) !
Guilherme Reis
Eu uso o Lotus há algum tempo. Ele não tem muitos recursos que acho bacana (firolagens) no Microsoft Office. Mas por outro lado, é uma excelente alternativa free. Aqui no escritório todos usam Lotus. É simples rápido e atende todas as nossas necessidades.
Guilherme Reis
Não é preciso. Mas também não custa nada.
João Brunelli Moreno
Não precisa. Só escolher a opção "sem registro", mas de qq forma eles irão pedir seus dados.
Guilherme Mac
Pois é. Maior burocracia =_=
@Athosbr99
Sério mesmo que tenho que fazer uma conta pra baixar?