Início / Arquivos / Aplicativos e Software /

Skype pede para sair do Nimbuzz

Thássius Veloso

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

A partir de 31 de outubro, os usuários do Nimbuzz não vão ter acesso aos seus contatos do Skype. Por quê? Ainda não se sabe. A única certeza que tenho é que, nessa história toda, existe um grande conflito de interesses entre a Nimbuzz, que faz um software que conecta o usuário a vários IMs, e o Skype, que fornece serviço de VoIP gratuito entre dispositivos e pago entre dispositivo e telefone convencional.

Quem chamou a atenção para o assunto foi a Nimbuzz, que veio a público comunicar que, já na semana que vem, não mais poderá oferecer o acesso aos serviços do Skype por meio de seu aplicativo, presente em vários modelos de celulares. “Nós queremos te dar liberdade para escolher e controlar como manter contato com os seus contatos”, afirmou a Nimbuzz, que acredita que a posição do Skype é outra.

Para a empresa, o Skype se sente ameaçado pelo serviço NimbuzzOut, que permite fazer chamadas telefônicas para números convencionais por muito menos que na telefonia convencional. A intenção deles é acabar com “todo o suporte aberto a [aplicativos de] terceiros”.

E aí cabe lembrar que o Skype tem serviço similar, o SkypeOut – repare que os nomes são parecidos.

O Skype também já se manifestou sobre o assunto. De acordo com a empresa, as APIs e o SDK do Skype devem ser usados no desenvolvimento de hardware e software para desktops. Prestou atenção que é para desktops? Ou seja, o Skype se reserva o direito de criar aplicativos com API própria para dispositivos móveis e celulares.

Nessa aí a Nimbuzz dançou, não tem jeito. E o mais curioso é que não é a primeira vez que o Skype faz isso. Há poucos meses, o serviço pediu para que o Fring também desligasse o suporte ao Skype em seus aplicativos.