Início / Arquivos / Celular /

Fundação Symbian corre risco de fechar as portas

Thássius Veloso

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

As coisas não estão nada boas para o pessoal da Fundação Symbian, que desenvolve a plataforma de mesmo nome. Depois de perder apoiadores de peso, os rumores no mercado são de que a fundação corre o sério risco de fechar as portas em um futuro bastante próximo.

O corte de gastos já começou, com funcionários recebendo propostas para deixar a organização antes que o barco afunde de vez.

O posicionamento da Symbian era meio que previsível. Depois de ver a Samsung deixar o quadro de membros fundadores – isso significa menos dinheiro entrando – e depois de descobrir que a Sony Ericsson não mais ofereceria aparelhos rodando o Symbian, somente a Nokia se mantém como grande patrocinador do projeto. E naturalmente que isso tem um custo alto, que a empresa não quer bancar em sua totalidade.

Empregados da Fundação Symbian já começaram a receber propostas trabalhistas para encerrar seus contratos com a empresa. Funciona assim: a organização combina um valor determinado, que é pago assim que o funcionário aceita encerrar seu contrato de trabalho sem entrar na Justiça posteriormente.

Symbian: muitos aparelhos, poucos smartphones

A plataforma Symbian é usada atualmente em mais de 40% dos celulares do mundo, mas perde feio quando falamos de smartphones (os aparelhos que verdadeiramente dão dinheiro para as fabricantes, com Apple, RIM e Google muito à frente). Com a nova redução de pessoal e de gastos, a fundação por trás da plataforma terá que mostrar-se ainda mais criativa e inovadora frente às dificuldades se quiser mesmo sobreviver.

Bia Kunze | O Symbian está morrendo
Bia Kunze | O Symbian está morrendo – Parte II

É, a coisa está feia.

Com informações: Engadget.