cc

Command and Conquer Red Alert

Quando a AppStore deu as caras e a Apple começou a empurrar o iPhone/iPod touch como uma alternativa aos consoles portáteis, eu me dei ao luxo de entreter uma fantasia boba – já pensou se lançassem o clássico Command and Conquer pro iPhone? Afinal, jogos de estratégia e tela de toque deveriam combinar tão bem quanto queijo e goiabada.

Apesar disso, eu mesmo considerava a idéia absurda – afinal, a série jamais apareceu em consoles portáteis, e parecia bastante improvável que a Electronic Arts fosse se dar ao trabalho de se aventurar na cena da AppStore com um título de peso como Command & Conquer. Lembram quando a AppStore era o reduto de desenvolvedores indies, com seus clones de Bejeweled e Paciência?

Obviamente muito mudou de lá pra cá. A AppStore se legitimizou como um meio de distribuição de conteúdo digital e grandes gamehouses fizeram questão de ter uma presença ativa nela – incluindo a própria Electronic Arts. E o meu sonho implausível acabou se tornando realidade, com o lançamento de Command and Conquer Red Alert pro iPhone e iPod touch.

Se você tinha um computador nos anos 90 e curtia jogos, não é necessário que eu te explique que C&C foi um dos primeiros clássicos de estratégia em tempo real. Já Red Alert é um spin-off da série original, documentando uma história alternativa em que a Segunda Guerra Mundial jamais aconteceu e a União Soviética se tornou uma grande potência militar nos tempos presentes graças a ausência do Fuhrer.

Command and Conquer Red Alert – como você pode ver na screenshot acima, cheia de gráficos 3D – tem mais a ver com as versões atuais do jogo do que da original, o que certamente decepcionará os saudosistas que gostariam mais de ter a versão clássica do jogo em seus bolsos. Mas é fácil entender a decisão da EA: jogos de estratégia em tempo real não têm exatamente o maior público, e lançar um port da versão original iria alienar ainda mais os possíveis compradores, limitando os interessados aos gamers nostálgicos.

O jogo traz duas campanhas de 5 missões cada uma, o que é bastante curto pros padrões do gênero. Entretanto, há um modo skirmish que pode ser jogado indefinidamente, sem conexão com a história. Há apenas duas fases pro modo skirmish, mas seis outros mapas foram lançados como DLC (por 99 centavos) junto com o jogo.

Há bastante polêmica a respeito dessa decisão, que pareceu pra todo mundo um pouco oportunista. Afinal, DLC serve pra estender a vida do jogo após seu lançamento, apresentando features que não foram acrescentadas à versão original por falta de tempo. Se os seis mapas já estavam prontos, e o preço do jogo é alto ($10, que é o teto de preço de jogos na AppStore), não há um bom motivo pra cobrar por eles separadamente.

A EA já prometeu lançar mais conteúdo pro jogo no futuro, incluindo um update multiplayer (grátis) via wifi e Bluetooth. É excelente saber que a empresa está desde o início interessada em prolongar a vida útil do jogo.

Os gráficos são excelentes (embora eu preferisse realmente o visual original da série), e o gameplay também não deixa a desejar. Nem mesmo os jogadores iniciantes no gênero terão dificuldade em construir suas bases, selecionar unidades e as enviar pra guerra. E caso haja, não é motivo pra preocupação – há um tutorial.

Entretanto, fãs da série certamente notarão que a abordagem do jogo é mais simples e mais superficial. C&C Light, eu diria até.

Não chego a dizer que o jogo é ruim, mas por causa do preço alto e da superficialidade do título, não posso recomendar Command and Conquer Red Alert com a animação que eu gostaria. Quando a EA abaixar o preço – bastante provável – e aumentar o escopo do jogo através de DLC – idem -, o jogo valerá bem mais a pena.

Enquanto isso, fãs de RTS talvez se interessem mais em Warfare Inc – um jogo muito mais próximo ao espírito do Command and Conquer original, com centenas de mapas e campanhas feitos por outros jogadores (e disponíveis gratuitamente), e multiplayer online via internet. E se faltam mais motivos pra preferir Warfare Inc, que tal este – ele custa metade do preço de C&C.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Juarez
Mas afinal, o que te fez mudar de idéia e começar a gostar mais do C&C? (http://twitpic.com/ogwpu) Quanto a mim, como não estou tão ávido assim por um RTS (o turn-based Uniwar me server muito bem por enquanto), vou esperar a price-drop que a EA eventualmente vai fazer pra comprar. (eu deveria ter feito isso com o Rock Band tbm, ao invés de comprar ASAP…)
Overlord
Legal, Kid! Eu, como velho jogador, sempre coloquei o C&C como um dos melhores jogos de todos os tempos. Até hoje, por incrível que pareça, jogo a primeira versão. Ah, outro bom jogo de estratégia em tempo real para iPhone é o QUANTUM COLLAPSE Ele é baratinho (tá custando 1,99) mas tem: - Campanha com 13 missões (~ 8 horas de jogo) - 11 missões/mapas de skirmish com 3 tipos diferentes de AI. - Multiplayer com Voice-Chat - Efeitos de explosões e de partículas bem legais - 2 facções completamente diferentes com unidades bem distintas (tanto graficamente quanto em termos de poderes). - Zoom no mapa - Cada unidade tem um powerup exclusivo. Algumas super unidades tem até 6 powerups. - Ah, vai ter multiplayer via Wifi/3G também! Dá uma olhada que tenho certeza que tu vais gostar!