Início / Arquivos / Curiosidades /

França quer adotar fifiti fifiti no mercado musical

Thássius Veloso

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

Você bem sabe que, com a invenção da internet, ficou bem mais fácil compartilhar arquivos. Primeiro foram os trabalhos acadêmicos que pesquisadores do mundo inteiro disponibilizavam, até que chegamos no compartilhamento total e irrestrito de praticamente qualquer produção cultural humana que tenha sido em algum momento digitalizada.

Discussões sobre a validade ou não da pirataria à parte, o governo francês decidiu bancar uma iniciativa para convencer os mais jovens de que é preciso pagar pela cultura. A começar pela música.

A ideia da França é muito simples: se os jovens não estão muito satisfeitos em pagar pela música, é tarefa do governo ajudar a pagar por essa música. Portanto, pelos próximos dois anos, os jovens de 12 a 25 anos terão a opção de comprar um cartão de música digital que dá direito a baixar qualquer canção. Esse cartão terá o valor de 50 euros, mas o jovem vai pagar apenas 25 euros por ele. Ou seja, metade. A outra metade será bancada pelo governo francês, num claro exemplo do Estado subsidiando um produto de interesse público.

Os franceses esperam vender cerca de 1 milhão de cartões por ano, totalizando em 2 milhões durante a duração da iniciativa. O custo total dessa tentativa de disseminar o pagamento pela música digital será de cerca de 50 milhões de euros, o que não é exatamente um valor absurdo, ainda mais quando se trata da quinta maior economia do mundo.

Será que vai dar certo?

(YouTube)

E já que estamos falando da França, acima você assiste ao belíssimo videoclipe da também belíssima Carla Bruni, nascida na Itália mas francesa de coração. Ela tem 42 anos, acredite se quiser.

Com informações: Wired/Epicenter.