Deprimido, se sentindo triste? A tecnologia pode te salvar. De acordo com uma pesquisa realizada pela British Computer Society os nossos amados gadgets, sobretudo aqueles com a capacidade de se conectar à web, têm a capacidade de aumentar substancialmente o bem-estar de seus usuários – com resultados especialmente positivos no caso de mulheres.

Para chegar a esta conclusão os estudiosos analisaram cerca de 35 mil pesquisas feitas em 39 países diferentes, e concluíram que “a tecnologia tem um impacto positivo na vida de seus usuários (…) oferecendo satisfação, sensação de liberdade e controle”, fatores considerados “essenciais” para a segurança e auto estima.

“Esta é uma descoberta importante que joga por terra o esterótipo que ligava o uso da tecnologia ao isolamento social”, diz o relatório. As informações são conta de que os efeitos positivos da tecnologia são mais visíveis entre mulheres de baixa renda de países em desenvolvimento na África, Asia ou Oriente Médio, “em que a sociedade tem regras rígidas e controladoras, lhes oferecendo sensação de liberdade e autonomia, além de poderem entrar em contato com outras pessoas na mesma situação”.

Além disso, os pesquisadores afirmam que a tecnologia também é considerada “essencial” nos índices de felicidade de homens e mulheres de países desenvolvidos, oferecendo seus efeitos antidepressivos em redes sociais com a possibilidade de se manter contato com amigos, familiares, notícias e entretenimento.

Com informações: BCS (.pdf)

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

JoseRenan
que estranho li o contrário num post do hypescience.com! Isso pode dar depressão!
Rafael
Que bonitinho! Mas pessoal, ajudar a curar a depressão é diferente de ajudar na vida social...
@fabinonaka
Durante o trabalho eu xingo muito no twitter...dá pra aliviar um pouco das tensões diárias. xD
kylefurtado
Não é isso que os funcionários da Foxconn dizem.
@Swdezerbelles
Concordo!
Alexandre
A questao é que nesse artigo nao se fala da ansiedade que causa viver num mundo tecnologico, onde as versoes ou geracoes de produtos e servicos se sucedem mais rapido que a gente ganha dinheiro, alem de "ter" que ficar na crista da onda, excesso de informacao, por isso, torco o nariz pra esse artigo.
Hernani
Esse papo já é idiotice de quem fica conectado na internet não se relacionar, é muito ao contrário, afinal você conhece muito mais pessoas com as mesmas afinidades que você.
Alessandro Johnny
Isso é bem relativo. Talvez ajude quem não conhece muito e não vive muito nesse meio tecnológico. Mas, pra quem já está integrado há isso, não faz diferença nenhuma.
@nirthaky
Eu acesso a internet tooodos os dias, pelomenos 14 horas por dia... porque ainda não estou curada? Oo'
Alexandre
Leio esse artigo com desconfianca.
Breno Brito
No caso das mulheres não basta ter acesso à Web, tem q ter acesso ao submarino e um cartão válido =D Deprê some na hora!
Newerton Vargas de Araújo
Estou curado!
Raph4
Verdade, mas depende onde. Numa China da vida, onde você mal acessa 'google.com' de tantos embróglios, é capaz de te deixar mais pra baixo ainda..
Turdin
Em países que você é completamente reprimido ter tecnologia para poder contatar outras pessoas deve realmenter ser de grande valia.
Bruno Gall
Eu já até sei disso, entre no Twitter e xingue bastante =D