O sistema operacional móvel Android sofre há algum tempo de um problema de fragmentação da plataforma. Como a atualização depende das operadoras e/ou fabricantes, alguns aparelhos às vezes nunca chegam a receber um update. Mas um levantamento recente indica que a situação pode não ser mais tão ruim assim.

Leia | A incrível corrida pelos updates do Android”, por Henrique Martin.

Distribuição das versões do Android (referente às duas últimas de agosto).

Baseado nos dados dos aparelhos considerados “ativos” pelo Google (aqueles que acessaram o Android Market pelo menos uma vez nas duas últimas semanas de agosto), a estatística indica que cerca de 70% deles estão utilizando a versão 2.1 ou 2.2 do sistema. No caso da versão mais recente, a participação deu um salto nas últimas semanas e alcançou a marca de 28,7% ficando atrás apenas da versão 2.1, presente em 41,7% dos aparelhos.

Em maio a situação era praticamente inversa, quando as versões 1.5 e 1.6 tomavam cerca de 60% dos celulares Android. Esse aumento da 2.x se deve ao sucesso de novos modelos (como o Droid 2 ou o HTC Desire) e à atualização de modelos mais “antigos”, como o Motorola Droid — que aqui no Brasil se chama Milestone e tem atualização prevista apenas para o primeiro trimestre de 2011.

Distribuição de cada versão do Android de março/2010 até agosto/2010.

Com informações: Android Developers.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Fábio Andre
Tambem comprei um Motorola DEFY e me arrempedi,não pelo sistema operacional e sim pelo MOTOBLUR e um sistema falho e que usando ou não ele consome um absurdo de DADOS,cerca de 10 a 15 MB dia sem usar,além é claro quando voce sincroniza com op MOTOBLUR seria para este não permetir a entrada de outro SIMCARD seria para ocorrer o bloqueio,só que na maioria das vezes ele pemiti,ou seja é falho.
@gabriel_k3n
Acho que muito dessa participação se deve a ROMs alternativas disponíveis em sites como o xda-developers. Eu mesmo rodo uma ROM customizada no meu Magic, do Froyo, e não tenho nenhum problema com isso (à excessão da falta do Flash, que, mesmo com o Froyo, não roda no Magic por incompatibilidade de hardware). Com a falta de suporte dos fabricantes e operadoras, é natural que os usuários migrem pra plataformas alternativas. Já acontecia com o Windows Mobile. Com o Android, então, que é aberto, era uma "tragédia anunciada", onde os usuários só ganham.
Rayzer'
e eu q nunca pensei em sistemas operacionais dentro de celulares...
Guilherme
É a motorola me fez de palhaço também, devia ter apostado na Sony.
Hernani
Bom saber que a adoção das mais recentes versões não esta demorando
ogaihtorecic
Confirmando minha participação com o 2.1 Eclair ;)
Fabio
Também possuo um Motorola Quench e fiquei realmente decepcionado com a notícia da Motorola. Possuia um pé atrás pela Motorola. Mas quando vi o Quench resolvi dar uma chance, visto todo o potencial do aparelho e o preço, extremamente competitivo. Porém depois de tanta enrolação da Motorola percebi que ela é uma empresa que não se dá para realmente levar à serio. Gostei muito do Android e provavelmente irei possuir outros aparelhos com ele. Mas Motorola, nunca mais. Agora ficarei na esperança de que saia na mídia o descaso da Motorola, como aconteceu com o Milestone, e que ela tenha pelo menos um pouco de consideração com os seus consumidores.
Bruno Gall
Boaaa! (yn)
kylefurtado
Todos esperamos que sim...
Alexandre
e para celebrar o TB vai dar sortear um celular com android, né? ><
LucasOliveira
O Ticiano está certo! Ontem mesmo eu desinstalei diversos apps no meu Quench para liberar espaço na memória interna, pois queria instalar o beta do Angry Birds. No final de tudo, depois de iniciada a instalação, recebo uma elegante mensagem dizendo que o programa não podia ser instalado em meu celular... Android é bom, mas só em celulares atualizados, de marcas como HTC e Sony Ericsson! Comprar celular com Android 1.5 é fria!
Ticiano
Pra você ver como são as coisas com a Motorola. O negócio é só vender novos modelos. Dar atenção aos modelos que já compramos não é meta deles. Eu sou entusiasta do Android como plataforma, mas quando for escolher um próximo aparelho irei, cuidadosamente, analisar a atenção dada pelo fabricante à questão das atualizações do sistema, ou então ir logo de HTC, que é a marca que caiu na graça do pessoal do XDA Developers, de modo que você não fica dependendo do fabricante pra nada e conta sempre com excelentes ROMs alternativas.
Ticiano
Enquanto isso a Motorola dá uma banana pra todos os consumidores brasileiros e mantém o Quench na versão 1.5 para sempre. Segundo eles para garantir uma "melhor experiência do usuário com o hardware do aparelho", o que não passa, obviamente, de uma tentativa de fazer a todos de trouxas, tendo em vista que o similar americano Cliq XT recebe o Android 2.1 e tem exatamente o mesmo hardware. A porcaria do Motorola Quench foi lançada há pouco tempo, é um aparelho novo, e já temos uma infinidade de aplicativos no Market que não podem ser instalados devido à ultrapassada versão do sistema operacional.