Início / Arquivos / Brasil /

Fizemos a “degustação” do iPhone 4, veja como foi

Juarez Lencioni Maccarini

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

Como vocês já devem ter lido aqui no Tecnoblog, a TIM e a Vivo colocaram a partir deste último final de semana algumas unidades do iPhone 4 disponíveis para “degustação” em algumas de suas lojas. E é claro que não iríamos passar a oportunidade de brincar com os primeiros iPhones 4 oficialmente brasileiros.

Aproveitei o feriado para ir a uma das lojas da Vivo em Santos, onde moro (a TIM não fez “degustação” por aqui). Quando comentei com os colegas de redação que iria tentar gravar um vídeo do iPhone 4, eles logo duvidaram que fossem permitir que eu fizesse isso. Confesso que eu também estava um pouco incrédulo, mas isso não me impediu de tentar.

Estávamos todos enganados. Fui muito bem recebido na Vivo, tanto antes como depois de me apresentar como redator do Tecnoblog. Eu havia imaginado que o iPhone 4 estaria preso a um daqueles dispositivos de segurança que nos tira toda a mobilidade e por vezes até mesmo prejudica o acesso à tela. Outro engano: o funcionário da loja, quando perguntei pelo iPhone 4, tirou o smartphone do bolso, me entregou, fez alguns comentários sobre as novidades do aparelho e então me deixou à vontade para brincar com o aparelho o quanto quisesse.

Antes de ser deixado a sós com o iPhone 4, porém, perguntei se havia previsão do início das vendas e minha resposta foi “ainda neste mês”. Nenhuma novidade sobre preços foi revelada também, mas fui informado que os planos para o iPhone permaneceriam inalterados.

Um detalhe interessante que notei foi que o iPhone estava com o iOS 4.0.2 instalado, aquela mesma versão para a qual jamais haverá jailbreak. Não que isso faça qualquer diferença agora que já saiu o iOS 4.1 e o jailbreak está a caminho, mas achei um detalhe curioso.

Voltando à nossa aventura, perguntei por fim se poderia gravar um vídeo do iPhone 4, certo de que — no mínimo — enfrentaria alguma burocracia (do tipo falar com o gerente). Nada disso: recebi prontamente o sinal verde para gravar, e o resultado vocês conferem logo abaixo.