Início / Arquivos / Celular /

Umidade alta em países asiáticos anula a garantia de iPhones

Juarez Lencioni Maccarini

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

Proprietários do iPhone na Ásia estão tendo problemas com os limites de umidade aceitos pelo aparelho. As especificações da Apple fixam um limite máximo de 95% de umidade relativa do ar para o funcionamento do iPhone 4, e lá esse limite é muitas vezes ultrapassado.

Jornais na China relatam um aumento do número de proprietários de iPhones perdendo a garantia por causa disso. Acontece que o smartphone da Apple possui dois indicadores de umidade, que teoricamente são ativados em contato com líquidos, para que a assistência técnica saiba caso o aparelho seja molhado.

O problema dos asiáticos é que esses indicadores, segundo os proprietários, estão sendo ativados sem que o iPhone tenha sido submetido a contato direto com líquidos, apenas pela alta umidade do ar. E isto está anulando a garantia dos produto, da mesma forma como se ele tivesse sido submergido em um líquido qualquer.

Umidade nos países asiáticos é alta demais para o iPhone. (Clique para ampliar)

O curioso é que o celular é oficialmente vendido mesmo nesses países onde as condições ambientais não se adequam ao iPhone. (Ou seria o iPhone que não se adequa às condições ambientais? Hummm, não… 😉 )

“Se o limite é 95% de umidade eles não deveriam estar vendendo o produto aqui. Eu acho inacreditável — verdadeira ganância corporativa, ou uma imensa negligência,” disse o morador de Hong Kong Justin Hayward ao South China Morning Post.

A operadora de Hayward concordou em trocar o iPhone (por uma taxa), mas ele está se mantendo firma na afirmação de que não fez nada para anular a garantia e que a Apple deveria estar testando melhor o aparelho em locais de alta umidade.

Com informações: Gizmodo.