Foi sem nunca ter sido

Se alegria de pobre dura pouco, os responsáveis pelo serviço Grooveshark podem começar a chorar desde já. Meio que de súbito, o aplicativo que permitia acesso ao conteúdo do site no iPhone e iPod Touch foi retirado da App Store na segunda-feira (16). E o melhor: a Apple admitiu que removeu o aplicativo da sua loja de software.

Foram meses de espera até que o Grooveshark fizesse sua estreia na App Store. O site já vinha atraindo a atenção desde o fim de 2009, graças à oferta de música de graça e on demand para quem quisesse, sem necessidade de cadastro. Com o sucesso, foram abrindo caminho para estar presentes em outras plataformas, como o Android ou o Symbian da Nokia. No iPhone, infelizmente, essa presença acabou.

De acordo com a Wired, o aplicativo foi solenemente removido da App Store depois que a subsidiária inglesa do Universal Music Group (UMG) solicitou que a Apple deletasse o app. Simples e fácil assim. Com isso, o aplicativo ficou disponível na App Store por apenas cinco dias.

Nada de Grooveshark oficial na iTunes Store

A Apple comentou o assunto. Disse que entendem a importância da propriedade intelectual, visto que eles mesmos o são. Para completar, informaram que “devido a objeções dos detentores de direitos” o Grooveshark seria removido até que as partes chegassem a um acordo. Você acha que isso vai acontecer? Nem eu.

Por sua vez, o responsável pelas relações públicas do Grooveshark afirmou que a remoção do software foi “uma absoluta surpresa”. Ele ainda prometeu que a empresa não vai descansar enquanto não descobrir uma forma de resolver o problema e recolocar o Grooveshark na App Store.

Atualização às 19h12 | O leitor Jude (@judelawrosa) informou por meio do Twitter que o Grooveshark continua disponível para download na Cydia e na Rock Store.