O Google foi pego de calças curtas dessa vez: a equipe que cuida do Android Market foi obrigada a remover alguns aplicativos de configuração de papel de parede às pressas. Tal app estava recolhendo informações de usuários e enviando para um desenvolvedor. Tudo com o consentimento do dono do aparelho, o que piora as coisas.

O app Backgrounds para iOS ajuda a alterar o papel de parede sem colher dados

Foi a empresa de segurança Lookout quem denunciou mais de 80 aplicativos desse que oferecem opções para o papel de parede do celular, pois colhiam variadas informações, entre elas o número de celular. Para que um aplicativo desse tipo precisa registrar o número da linha? Também não sei, e pelo visto nem o Google: a empresa suspendeu os softwares enquanto investiga a situação.

De acordo com John Hering, CEO da Lookout em entrevista ao Wall Street Journal, os aplicativos até avisavam que fariam a coleta desses dados logo que eram baixados. No entanto, isso não justifica a coleta, uma vez que não é exatamente comum ter aplicativos desse tipo requisitando informações particulares do usuários.

Hering ainda lembrou que a maioria dos usuários não presta atenção aos pedidos para coleta de dados que os aparelhos exibem. Nesse caso, no entanto, não podemos colocar a culpa no desenvolvedor do aplicativo: é do usuário mesmo, que deveria ter mais cuidado ao autorizar esse tipo de coisa.

Com informações: Digits.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Hernani
Bom saber que não é só a Apple que tem controle sobre os apps que circulam por lá
Edurdo
notícia velha e desmentida. http://www.androidtapp.com/android-wallpaper-apps-falsely-accused-of-spyware-and-stealing-sensitive-user-data-fud/
@bruno_gall
Estilo Apple, sua vez google =P
Alexandre
Tá na hora de comecar a tomar conta do lujinha viu google?
kylefurtado
Dei falta de dois aplicativos aqui. Mas não sei dizer quais sao --'