Início / Arquivos / Aplicativos e Software /

phpVirtualBox: gerencie suas máquinas virtuais a partir do navegador

Paulo Graveheart

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

Lançado recentemente e ainda em uma versão de testes, o phpVirtualBox tem tudo para ser a salvação da lavoura de sysadmins em geral: com ele, é possível gerenciar e executar máquinas virtuais criadas pelo VirtualBox direto pelo navegador. Assim, você pode executar o Linux ou outro sistema virtual que está em sua máquina através da rede, com o mínimo de lag. Boa, não?

Rodando meu Ubuntu direto do Firefox

O phpVirtualBox se utiliza da API do vboxwebserv para funcionar, e por isso mesmo é necessário ter o VirtualBox rodando no servidor onde os scripts serão instalados. O script pode ficar hospedado tanto no Linux quanto no Windows ou no Mac OS X, só sendo necessário um servidor com Apache e PHP instalados.

Para acessar o sistema, depois de instalado é só digitar o endereço onde o mesmo está instalado no browser, que o script mostrará uma tela como a acima, mostrando todas as máquinas já criadas. No momento, por não haver qualquer tipo de autenticação prévia, o ideal é disponibilizar o phpvirtualbox apenas para uma rede pequena ou uma intranet. Afinal, não é nada seguro liberar todas as suas máquinas para a internet, certo?

Apesar de ainda estar na versão 0.3 o phpvirtualbox já permite uma série de tarefas, como criação de máquinas virtuais, execução da MV’s, configuração de mídias (HD’s, CD’s, imagens ISO, etc.) e até mesmo importação e exportação de ambientes virtuais.

Como pré-requisitos, vale lembrar que o phpvirtualbox só rodará corretamente nos browsers mais atuais, a saber: Firefox 3.6.0, Internet Explorer 8, Opera 10.0, Safari 4.0 e Chrome 5.0. Versões mais antigas poderão travar, ou nem mesmo rodar o script.

Para saber mais, acesse a página do projeto. Para saber como instalar, leia a documentação. Cada sistema tem formas diferentes de configuração, mas no Windows XP do meu trabalho consegui fazer rodar em menos de dois minutos. 🙂