Início / Arquivos / Internet /

Fring diz que Skype bloqueou seu aplicativo; Skype nega

Juarez Lencioni Maccarini

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

Tudo começou com o Fring lançando uma atualização para seu aplicativo de iPhone que permite a realização de videochamadas através do protocolo Skype sobre Wi-Fi ou 3G, com qualquer outro aparelho, seja um iPhone, Android, Symbian ou um computador comum.

Isso se contrasta com o FaceTime, tecnologia nativa do iPhone 4 que permite videochamada, mas por enquanto apenas entre iPhones 4 que estão conectados por Wi-Fi. Dessa forma viu-se um grande pico no uso de videochamada pelo Fring e a empresa precisou “reduzir o suporte” ao Skype.

Depois disso, o Fring emitiu um press release e escreveu um post em seu blog dizendo que, depois de quatro anos de interconectividade, o Skype o forçou a encerrar a compatibilidade do Fring com seus serviços e ameaça tomar ações legais contra o Fring.

No post, o Fring chama o Skype de “covarde” e o acusa de estar “tentando amordaçar a concorrência, mesmo ao custo de seus próprios usuários.”

O Skype, por sua vez, publicou um post dizendo que as declarações do Fring não eram verdadeiras. Segundo ele, o Fring tem utilizado os serviços do Skype de forma inadequada — violando os termos de uso da API e do usuário final — e o Skype tem conversado com o Fring por algum tempo para tentar resolver isso amigavelmente.

O post fala também de como a ação do Fring de retirar subitamente o suporte para chamadas de vídeo prejudica a marca Skype e decepciona seus clientes. Ainda assim, segundo o Skype, não houve qualquer bloqueio por parte deles. O Fring teria decidido remover a compatibilidade com o Skype por conta própria.

Com informações: TechCrunch