Início » Arquivos » Jogos » PSN Plus: jogada certa ou tiro no pé?

PSN Plus: jogada certa ou tiro no pé?

Avatar Por

Por muitos anos, um dos grandes pontos de contenção na discussão PS3 versus Xbox 360 era o modelo diferente que ambos consoles tinham de rede online – enquanto a Sony mantinha a tradição de serviço online gratuito, a Microsoft trazia pro Xbox 360 a sua experiência positiva com a sua rede paga, a Xbox Live.

Donos de Xbox 360 têm a opção de uma versão gratuita da mesma rede (Xbox Live Silver), mas com funções capadas: não é possível jogar com seus amigos, apenas enviar e receber mensagens, compartilhar conquistas virtuais, fazer download de demos etc.

Aqui na América do Norte este ponto específico não era lá tão relevante. No Brasil, por outro lado, era um quesito que merecia consideração cuidadosa. Embora os US$ 50 necessários para uma conta na Xbox Live Gold não seja uma grande fortuna, qualquer gasto adicional com gaming no cenário brasileiro precisa ser analisado.

Pois bem, agora os donos de PS3 não poderão usar a rede paga do Xbox 360 como munição para flame wars (e acredite, isso acontece – acontecia – bastante!): a Sony anunciou sua própria rede premium, ou seja, que requer pagamento – a PSN Plus.

US$ 50 por ano.

Como sempre acontece no mundo da tecnologia, rumores espalhados em tons de sussurro já haviam ganho a web bem antes do anúnio oficial da nova versão da PSN. Tais rumores, obviamente bem embasados em realidade, alegavam que a rede se chamaria PSN+ (ou seja, pronunciado “PSN Plus” em inglês) e que seria revelado na E3 deste ano, que rolou no mês passado.

Quando ouvi esse papo pela primeira vez, foi impossível não lembrar de um outro rumor a respeito de rede social gratuita oferecendo versão paga. A sensação de déjà vu em relação à tal PSN+ lembrou tanto o caso do Orkut Ouro que nem dei grandes considerações ao rumor, preferindo aguardar a confirmação oficial (e o que é mais importante: os detalhes específicos das features da versão paga).

Pois bem, a PSN Plus foi de fato revelada na E3, como profetizaram os boateiros. E o preço do serviço? US$ 49 por ano, não coincidentemente um valor virtualmente idêntico ao pago por usuários da Xbox Live Gold.

Entre as funções prometidas – aliás, esta é a única função realmente notável – está o acesso “gratuito” a quatro novos jogos todo mês (um jogo da PSN, dois PSN Minis, que são essencialmente jogos de desenvolvedores indies num formato parecido com o dos joguinhos da App Store, e um jogo mais antigo, do PlayStation original).

Um ponto muito importante que deve ser levado em consideração é que você não estará comprando estes jogos. Eles estarão disponíveis enquanto você possuir uma conta na PlayStation Plus. Cancele o serviço e você perde acesso a eles, o que significa na prática que você está na verdade alugando-os por período indefinido. Imagino que isso não agradará muito os consumidores brasileiros da rede.

A PSN tradicional continuará no ar, então ninguém precisa se desesperar… Ainda. Afinal, essa quebra do paradigma histórico da Sony apenas prova que é inviável manter um serviço online exclusivamente gratuito por muito tempo, algo que a Microsoft já havia percebido há mais de cinco anos ainda no primeiro Xbox.

E esse é um precedente perigoso de se abrir. E se a Sony decidir que manter a PSN gratuita não dá mais, e migrar para um modelo exclusivamente pago?

Mas chega de elucubrações, vamos ao ponto principal: o que um possível cliente da PSN Plus ganha, afinal de contas? O acesso gratuito aos jogos poderia ser adquirido com a mesma grana que você gastará para manter o serviço, talvez um pouquinho mais só – e com a vantagem de que comprando os jogos por fora, eles são de fato seus para sempre. Parece-me que a PSN Plus nada mais é que um golpe de marketing para incentivar o aluguel desses jogos.

Donos de PS3s há muito tempo celebram a vantagem de ter uma rede online gratuita, mas usuários imparciais jamais negarão que a experiência oferecida pela Xbox Live é muito mais robusta e que realmente vale o preço do ingresso. O caso da PSN Plus, infelizmente, não parece que será o mesmo.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

João Renato
bem, assinei a plus em junho, com 50 dólares, baixei o equivalente a 1000 doletas em jogos, fora este mes que vieram mais 3; se for numa locadora, a locação para um final de semana custa no minimo R$ 5,00; isso quando a locadora não abre no domingo; com o dinheiro que "alugo" um jogo na psn por um ano, alugaria por apenas 20 dias; ou seja, vale muito a pena. quanto ao "hd limitado", as novas versões do ps3 tem 320 gigas, além de se poder colocar um hd de notebook facilmente dele (desde que tenha 5400rpm para não sobreaquecer) fora opção de backup do mesmo. se for para flame war; xbox tem versão de hd de 4 gigas; e ficam reclamando dos 160 a 320 do ps3 slim...
Wendel
Recapitulando, a psn normal NÃO deixa de existir, com a plus você baixa 12 jogos de graça (Virtua Fighter 5 Final Showdown, inFAMOUS 2, LittleBigPlanet 2, Ratchet & Clank: All 4 One, Warhammer 40,000: Space Marine, Just Cause 2, Saints Row 2, Lara Croft and The Guardian of Light, Hard Corps: Uprising, Choplifter HD, Zombie Apocalypse Never Die Alone e Sideway), que permanecerão ativos enquanto você manter sua psn, sendo que se fizer pela primeira vez a assinatura da plus, terá 3 meses bonus. Além disso, só pelo fato de ter a plus você ganha desconto em multiplos jogos que variam de 20% a 50%, e se nesse ano de assinatura você resolver comprar muitos jogos por download, acaba lucrando (já que os descontos tecnicamente acabam pagando os 50 dólares, e com muitos jogos vai poder passar disso). Dessa forma, quem deseja aumentar sua biblioteca de jogos vai lucrar MUITO, e quem não deseja assinar a plus não muda NADA, o serviço ainda é gratuito. Sinceramente não entendi qual a motivação do criador do tópico, pois além de gerar uma expectativa errada, e não vejo motivos pra flames, e sim de alegrias para donos de PS3.
Gustavo
Eu sou assinante da plus e não tenho do que reclamar, o fato de acabar a assinatura e perder acesso ao jogo não me incomoda. Fazendo as contas você paga por dia R$0,27 equivalentes a 5 balas na padaria, e se você jogador de ps3 não conseguir terminar os jogos em 1 ano e não conseguir ter 27 centavos por dia, DESISTA DA VIDA. E outra essa história de de não ter mais os jogos é coisa de apego, primeiro desapegamos das mídias, e outra terminou o jogo no medium, no hard vai jogar o que mais? Abraços
Eduardo Bene
Eu e alguns amigos estavamos pensando em assinar o elite para Call of Duty MW3, bem fazendo a assinatura da psn plus tem algum desconto no elite ?
Franci23
Na verdade isso é só mais uma formar de gerar receita que a Sony elaborou e apesar de tudo e muitos reclamarem, é mais aceitavel um serviço com o da PSN+ do que o da LiveGold, que só mostra um serviço parecido com o Psn Free, ou seja, eles mantem o mesmo serviço e trazem um a mais, apesar de não ser grande merda, eles estão só no inicio desse serviuço e Deus sabe o que eles podemn criar... A tristeza mesmo é eles não criarem a rede aqui no Brasil.
Rodrigo
Vc esta biajando na maionese. Duvido q o serviço gratuito deixara de existir.... Eles só estão buscando outras formas de receita.
@caiodouglas
PS3 has no 3rl
@hugomaluco
O texto faz um salto ilógico ao dizer que os que procuram argumentos para flame wars não mais poderão usar o acesso gratuito à rede como arma. Pois a PSN PLUS é paga. Você paga pelo PLUS. O que já existia continua como está. Se vai acabar um dia ou não, só a mãe Diná e o Polvo alemão saberão responder. Por enquanto, deste ponto de vista, ainda é uma vantagem para a Sony, sem entrar no mérito de qual rede é melhor. Possuo os 2 consoles e as redes de ambos têm suas peculiaridades, a Live é sem dúvida mais madura, mas a PSN é gratuita e se presta muito bem para JOGAR, o que acho ser o que importa. Não entendi o que o texto quis dizer no final das contas.
@rodrigot
O público alvo da PSN+, pelo menos nesse momento, não é "todo mundo" mesmo. É mais um agrado ao público super hardcore gamer :) Mais ou mesmo os mesmos que já assinam Qore ou compram jogos com grande regularidade.
Hernani
Se eles vão manter a PSN gratuita, não tem motivo para muito alarde, já a PSN Plus, não vejo nenhum bom motivo para pagar para ter acesso há alguns jogos, pouca novidade não vaia trair quase ninguém
W-R-N-33
mil vez psn q life........ na boa life e so jogada de marketing nada mais q isso. O MUNDO E AZUL PS3
@p3t3rson
Eu ia comentar mas o Flame aqui ta muito grande, tem gente ja falando besteira. Tenho os dois consoles e Mando Forte abraço para os amigos ISTAS
@andreycout
Correção no primeiro parágrafo: "que só te dá direito a jogar online e comprar na LIVE Store".
@rodrigot
Parcial caixista pacaralho, huh? Testando seu próprio argumento, se pagar a PSN+ pelo q ela oferece hoje é besteira então não paguemos e para todos os fins nossa PSN continua como antes em features e preço (grátis), e portanto permanece argumentável contra a XBLGold. ;) Tem uma tentativa ridiculamente gratuita de terrorismo: "ZOMFG, o precendente!! E se a PSN quiser cobrar pela parte gratuita tb?!? Vamos todos morrer!". tsc, tsc... Algumas outras qualidades da PSN+ q foram omitidas do texto: * Você poderá baixar e testar jogos da PSN por 1h, depois desse tempo se quiser o jogo, vc compra e vc volta direto onde estava durante o trial e, os trophies q vc tiver ganho durante a 1h de teste se destravarão. * Só no primeiro mês os 4 jogos 'gratuitos' somam 33 dólares, bota aí os descontos exclusivos em mais de 20 jogos e add-ons e chega-se a pouco mais de 85 dólares de 'economia'. Imagino que os 50 dólares da anuidade se tornarão irrelevantes antes da metade do ano... mas ainda assim vc não precisa pagá-la pra ter todas as features que a PSN tinha até ontem. * Acesso preferencial e antecipado (ou exclusivo) à demos, beta e conteúdo premium. * Assinatura do Qore * Possibilidade de download automatico de demos, firmware, etc Na Europa quem assinou no primeiro mês ganhou LittleBigPlanet completo.
@andreycout
Exceto pelo fato de que, só no primeiro mês, o que você recebe em conteúdo pelo serviço já excede os $ 50,00. Isso difere E MUITO da Live, que só te dá direito a jogar online e comprar na PS Store (algo que continua gratuito na PSN). A Live Gold é praticamente OBRIGATÓRIA para usuários do Xbox 360. Ter um console dessa geração sem poder jogar ou acessar o conteúdo online é praticamente ter um console da geração passada com gráficos melhores. Já a PSN Plus, como o próprio nome diz, é um "plus". Algo para usuários da PSN que gostam de comprar muitos jogos e DLC online. Se você não é de comprar jogo na PSN toda semana, não tem pra que assinar a plus. Nos Estados Unidos, há serviços semelhantes em locadoras: os cinéfilos que alugam filme toda semana assinam o serviço e passam a ter direito de alugar 3 filmes por semana, sendo que o custo pode ser até 70% inferior a alugar os mesmos filmes pagando individualmente, fora do serviço. Com a PSN Plus, você fica com o HD frequentemente recheado de conteúdo novo e gratuito, fora os descontos em outros jogos. Para os caçadores ávidos de troféus, é uma ótima pedida. Eu sempre compro os novos jogos da PSN, então pra mim sai muito em conta. Só pra ter uma noção, Wipeout HD é $20,00 normalmente. E ele vem gratuitamente no primeiro mês da PSN Plus. É um jogo excelente que eu já pensava em comprar. Tirando TODO O RESTO que saiu esse mês, só isso já paga $20,00 dos $50,00 que você pagou. E TODO mês vai ter conteúdo novo, por 15 meses. Pra Sony, isso não é nada. Não custa QUASE NADA pra ela oferecer esse conteúdo de graça, até porque a maioria do conteúdo oferecido é First Party (produzido pela própria Sony). Então, ela pode usar o dinheiro arrecadado pra melhorar os servidores online e eu ganho mais conteúdo por menos preço. Não vejo como isso pode ser comparado à Live, que não te dá NADA de graça. Muito pelo contrário, só te obriga a pagar por algo que DEVERIA ser de graça no primeiro momento. Tanto a PSN quanto o Steam têm jogos para compra e servidores online GRATUITOS. Você compra o jogo, mas não precisa ficar pagando pra jogar ele online.
Exibir mais comentários