A agência de investigação Interpol mantém uma lista com 450 sujeitos mais procurados do planeta. O objetivo dela é tornar público o rosto e o nome da pessoa procurada, para facilitar o reconhecimento dela em locais públicos. No último esforço em conjunto, realizado em maio desse ano, 107 dessas pessoas foram localizadas e presas. E agora a agência pretende aumentar o número de olhos à caça desses sujeitos com o apoio da Internet em uma operação chamada INFRA-RED.

A sigla quer dizer International Fugitive Round-Up and Arrest – Red Notices, ou Batida (!) e Prisão Internacional de Fugitivos – Alerta Vermelho em tradução livre, e trata-se de um apelo da Interpol para quem acessa a internet. Eles pedem que o público em geral procure pelos sujeitos em quaisquer redes sociais que frequentarem, seja Twitter, Facebook, Orkut, Beebo ou qualquer outra.

Dentre os suspeitos, a agência quer informações especificamente de 26 deles (veja a lista nesse link), embora qualquer informação sobre os 343 restantes será muito bem vinda. O único nome da lista de 26 que está sendo procurado pela polícia brasileira é Celso Schmitt, procurado desde 1999 por assassinar policiais. Porém, na lista completa constam outros 8 brasileiros (veja a lista nesse link).

A agência pede que qualquer pessoa com informações sobre os fugitivos fale com a polícia local ou envie um email para [email protected]. Também é possível enviar informações de forma anônima através do site csiworld.org.

Com informações: PCWorld.