Início / Arquivos / Gadgets /

FIFA cogita usar tecnologia para evitar erros de árbitros

Rafael Silva

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

O mundial de futebol desse ano é certamente um dos mais cheios de tecnologia que já aconteceu até agora. Seja no método de fabricação da bola (que segundo a Adidas, tem oito gomos que são esculpidos tridimensionalmente) ou na qualidade e quantidade de câmeras espalhadas pelos estádios da copa, tecnologia é algo que não falta no evento. Mas a FIFA restringiu um pouco quanto de vídeo entraria em campo.

A associação chegou a discutir antes do mundial a possibilidade de permitir que árbitros assistissem a replays de lances polêmicos para decidir qual penalidade passível de ser aplicada, se alguma. A FIFA até chegou a testar nos últimos cinco anos dois sistemas, o Hawk-Eye, usado em partidas de tênis para determinar se a bola tocou a linha ou não, e outro desenvolvido pela Adidas em conjunto com a empresa Cairos que envolveria implantar um chip na bola. Mas o quadro de diretores que decide as regras do campeonato não chegou a uma conclusão antes da copa e arquivaram os projetos em março de 2008.

Agora, depois dos jogos da Inglaterra contra a Alemanha e Argentina contra o México (ambos com sérias falhas de arbitragem), a FIFA anunciou que planeja reconsiderar o uso de vídeo e outras tecnologias. Sepp Blatter, presidente da FIFA, afirma que apesar de estarem pensando novamente no uso de vídeo para auxiliar os árbitros, ele não será implementado nessa copa por ela já estar em andamento. Blatter também disse que planeja atualizar o programa de treinamento de árbitros e pediu desculpas pelos erros cometidos nas duas partidas da copa.

Com informações: Mashable, Wall Street Journal.