Sim, mais um post para a tag gente besta. Dessa vez, estamos falando do senado americano, mais especificamente do senador Joe Liberman. O senhor Liberman é autor de uma proposta de lei nem um pouco controversa. Ela se chama “Protecting Cyberspace as a National Asset Act” (ou Lei de Proteção do Cyberespaço como um Ativo Nacional, em tradução livre) e dá poderes bem específicos ao governo americano.

Congresso americano: fonte do problema

O projeto diz que qualquer provedor de internet, empresa de software ou mecanismo de busca que for selecionada pelo governo federal “deve imediatamente obedecer com qualquer medida emergencial ou ação” determinada pelo departamento de segurança interna. Acha muito branda? Você não viu nem metade. A lei também estabelece um novo órgão dentro do departamento chamado NCCC (cuja sigla traduzida resulta em algo como Centro Nacional de Cyber-segurança e Comunicações) e que teria o poder de comandar qualquer empresa que depende da internet, do sistema de telefonia ou qualquer outro componente da infraestrutura de informação americana.

A única parte do projeto que parece limitar os poderes da nova agência está presente em um parágrafo herdado de outra lei sobre grampos sem mandatos, que impede a NCCC de exigir monitoramento de cidadãos americanos a menos que ela seja legalmente autorizada a fazê-lo.

É assustador imaginar que uma lei criada por toupeiras (não há outra palavra, mesmo) americanas pode fazer com que empresas como a Microsoft, Google ou até mesmo o Twitter tenham suas linhas de comunicação com o mundo cortadas em meio a uma situação como um atentado terrorista, momento no qual a busca por informações na internet pode se tornar crucial.

Com informações: Gizmodo, CNET.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Gabriel Laytynher
so num vem aqui por causa d funk e do bope
@agnatos
Foi por isso que eu dei um joinha pro menino ali em cima. É inegável o perigo que as redes sociais comportam se usados na má fé e eu particularmente não tenho ideia alguma de como impedir isso. Porém chegar e falar. "Agora agente é quem manda, do nada" com o pretexto de estarem protegendo-se seria o mesmo de pegar o seu carro e falar. "Agora eu dirijo e você só vai para onde eu quiser. Vai que você atropela alguém" A internet e as redes sociais como qualquer outra coisa se for usada de uma maneira perigosa se tornará algo perigoso respectivamente. No caso do USA eu acho que seria muito mais importante pensarem em plano de saúde universal, ou parar de vender armas e munição até em barbearia. Isso sim iria diminuir as merdas de acontecerem.
@agnatos
Jóinha pra tu.... Mesmo que eu também não saiba como controlar idiotas se organizando para fazer suas idiotices. É bem isso que você falou.
Hernani
Criticar é fácil , mas vocês já pararam para pensar em uma situação de Guerra? Alguém ai lembra quando a Rússia teve um atrito com um outro país ali próximo, me foge o nome, e tiveram ataques de hackers de ambos os lados a importantes sitios governamentais, hoje a guerra através da internet é algo extremamente delicado, se um hacker invadir sistemas/sites importantes do governo americano e conseguir certas informações podem ser crucuais para ataques bem planejados em uma guerra. Pode soar rídiculo a primeira vista, mas pensando bem não estão de todo errados
Fabiano
Eu espero que não!
Marcell Almeida
Os EUA não seria louco de mandar o Google ser desligado..
Lyniker Bryan
Ai Ai, guerra fria não morre mesmo :/
@bruno_gall
To falando isso vai ter mais Rounds (População)
Breno
Esta mensagem aqui vai para o Vale do Silício e a Mountain View quando o projeto for aprovado. "Senhores, Temos sombra, água fresca e liberdade!" -- Oba! =D MS, Google, Intel e tudo de bom dos EUA vai vir pra cá (ou pro Canadá (droga, rimou)).
Breno
EUA com invejinha dos Ching Lings
Kadu
FAIL! Pior que os políticos que ví na segunda-feira passada, que assinaram à favor da inclusão de 1 litro de cachaça na cesta básica brasileira!
Francis Rosário
Na verdade são famosos por fazer coisas bizarras.
Fabiano
É a solução mais porca, né? Não conseguimos controlar? Então, vamos cortar tudo, assim, não teremos problemas!
Fabiano
Americanos não são famosos por sua sensatez.
Thiago Mobilon
A merda é que, enquanto a proposta funciona bem como uma medida de segurança interna ela fode com o resto do mundo. Da mesma forma que nós usamos a rede para nos manter informados, os terroristas usam para se organizar. Os canais são os mesmos, mas cada um usa as informações de um jeito diferente. Agora, cortar a fonte das informações? Definitivamente não é a melhor solução...
Exibir mais comentários