Início / Arquivos / Internet /

Governo filipino declara guerra ao miguxês

João Brunelli Moreno

Por

Notícia
Achados do TB Achados do TB

As melhores ofertas,
sem rabo preso 💰

O governo das Filipinas anunciou que irá iniciar uma guerra contra o miguxês, prática comum entre os jovens (do mundo inteiro, é verdade) que seria “uma ameaça à pureza” do idioma inglês, uma das línguas oficiais do país.

Chamado localmente de “jejemon” (variante da escrita do termo ‘hehe’ em teclados de celulares com o prefixo -mon vindo de Pokemon), o miguxês “atingiu os jovens em cheio” nos últimos tempos, se transformando num monstro linguístico em que a breviedade não é o primeiro objetivo”, ao contrário do já famoso e consagrado “internetês”, afirma o jornal australiano WA Today. Um dos exemplos da prática é escrever “hEeLOuWWw” ou “60ooOd d4Y” no lugar de “hello” e “good day”, por exemplo.

“Eu sou completamente viciada no jejemon. Não entendo o motivo de tanta polêmica a respeito do assunto. É uma coisa de nossa geração, uma espécie de gíria das ruas para textos”, afirmou a jovem Laudemer Pojas, de 17 anos, à publicação, que completa dizendo que a linguagem é uma espécie de “estilo de vida”, com o benefício de impedir que seus pais “investigem seus telefones celulares”.

Já a secretária de educação Mona Valisno tem outra opinião a respeito do assunto: “é importante que pais e professores façam com que os jovens usem o inglês da maneira correta. (…) Escrever da maneira errada por ser muito prejudicial no aprendizado da gramática, o que é ruim para seu desenvolvimento e pode os prejudicar na procura de um emprego no futuro”, disse. Até a igreja local resolveu dar um pitaco no assunto, com o bispo Joel Baylon dizendo que “a linguagem é um reflexo dos valores da pessoa”.