Se você usa um computador antigo com o Ubuntu para alguma coisa (sim, há muitos usos para máquinas aparentemente inúteis), pode se preparar: a versão 10.10 do Ubuntu não terá suporte a processadores anteriores à arquitetura i686. Isso abrange uma boa quantidade de processadores antigos (meu antigo Pentium 100 está na lista).

Um MMX com um dos modelos de coolers que eu mais odiei em toda minha vida.

Em termos práticos isso não afetará o consumidor final comum (que imagino eu já usa equipamentos com mais de 10 anos de vida), mas a mudança afetará alguns netbooks, thin clients (que rodem LTSP, por exemplo) e sistemas de baixo consumo, como o Geode LX.

No Bug Tracker do Ubuntu já existem até mesmo alguns usuários reclamando que a Canonical não fez um anúncio oficial sobre o assunto, possibilitando que usuários tomem medidas a tempo (leia-se: chorar, espernear e no final procurar outra distro compatível). Segundo o Barrapunto, processadores com o saudoso K6 (que fez dobradinha com placas PC-Chips em muitos computadores baratos do começo da década passada) também deixarão de ser suportados.

A razão para isso é poder oferecer otimizações que só estão disponíveis em arquiteturas mais recentes. Assim, teríamos um sistema mais rápido e com outras melhorias. Sinceramente, faz sentido: Existem centenas de outras distros que você pode usar em computadores antigos e o Ubuntu como sistema para máquinas mais novas só tem a ganhar com essa mudança. Infelizmente, perde com isso boa parte do mercado de thin clients… E você, que vai ter que pegar aquele Pentium 100 que servia como servidor proxy na sua empresa e instalar outra distribuição Linux. 🙂

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Gabriel Bemfica
O dono do hostel onde moro tem uma pizzaria, e usa o mesmo PC (nunca vi ele bootando, mas o software de controle da pizzaria roda em DOS, então julgo que use Win95 ou 3.1) há 17 anos (e sem previsão de trocar de máquina)! Ele nunca foi muito ligado em tecnologia (assinou um plano de internet pela primeira vez desde 2001 quando eu me mudei pra lá e propus assinarmos a GVT juntos, pelo preço que ele pagaria um plano 3G), e tem um outro PC mais recente (rodando XP), para uso pessoal. Enfim, ele não é - nem de longe - alguém que usaria Ubuntu, mas é só um exemplo de que pode haver sim usuário final usando máquinas que já são legado há muito tempo. Por sinal, me lembrou a história de um engenheiro da Petrobras: usava um Pentium 2 rodando Ubuntu pra controlar um robô que inspecionava dutos de petróleo. Ao fim do dia, gerava um log da operação do robô e salvava em disquete. ISSO EM 2009! Serve bem pra mostrar as aplicações práticas de Linux em máquinas legado.
ChaosWarrior
O UBUNTU 8 ñ rodava nem em Celeron Socket A pra q vai forçar a barra tmb num Pentium MMX. Coloca outra distribuição do Linux mais leve, só ñ me pergunte qual é realmente boa, leve e com GUI descente. Alias se souberem de uma boa digam aí! Essas merdinhas servem pra servidor de download fácil! É linux leve ou WinXP q serve bem(ñ sei nos Pentium mais velhinhos, mas socket A rola)
tonyfrasouza
No problem!!! Ainda tenho Debian, Slackware e Ubuntu 10.04 server LTS para 5 anos de suporte. então que venha o 10.10, 11.04 e outros para minha nova aquisição Que é um Quad Core + 4 GB memo DD3.... Sempre serei feliz...
Joao Liberato
Considerando que o Lucid Lynx (desktop) tem suporte até 2013, então um velho MMX 233 MHz- que está datado de 1997, por exemplo - vai estar com 16 anos! É muita "sobrevida" pra um equipamento de informática! Este suporte está extendido demais! É tchau mesmo...
Hernani
E ainda mais pensando que o Ubuntu não tem foco empresarial, não vejo problemas da remoção de suporte a antigos processadores
@nirthaky
As pessoas podem simplesmente continuar usando o 10.04, ou recomenda-se o 9.04 nao sei porque mas nunca gosto de versoes x.10
Eduardo Lara
Finalmente a Canonical vai soltar o freio de mão.
himynameislima
Simples, usa outra distribuição do linux. Pronto. E isso é bom, porque as máquinas mais "novas", vão ganhar em desempennho.
Luccas Florencio
Problema do UBUNTO, acho que eles não deveriam tirar eu tenho um servidor em um pentium 100 funcionando, so que com Slack.
Sr. Sem Papo
Ta certo passado na tecnologia tem de ser enterrado...