No dia 8 de junho do ano de 1995 do Nosso Senhor, Rasmus Lerdorf postava uma notícia no canal de usenet comp.infosystems.www.authoring.cgi: era o anúncio do Personal Home Page Tools, um software desenvolvido por ele para aplicações web. Como Lerdorf liberou o programa e as ferramentas como código livre (originalmente sob GPL, e sob a PHP Licence desde a versão 4.0), o PHP, escrito em C, conquistou fãs, desenvolvedores e o mundo.

Elephpant, símbolo do PHP - sim, todo desenvolvedor de código livre curte um trocadalho

15 anos depois, muita coisa mudou, inclusive o significado da sigla, que agora significa PHP: Hypertext Preprocessor. O PHP é a linguagem de programação para web, sendo usado em diversos projetos de alcance mundial. O fato de ser livre, aliado à facilidade de aprendizado, possibilitou que várias pessoas pudessem criar e compartilhar códigos pela internet. Mesmo a instalação do PHP é bem simples, e algumas distribuições Linux não exigem que você altere arquivos de configuração para ter a linguagem instalada e pronta para uso em um servidor padrão.

Blogs que rodam sob WordPress só existem porque o PHP nasceu. Se você está lendo esse ótimo texto nesse <puxasaquismo>ótimo blog</puxasaquismo> é porque todo o desenvolvimento em torno do PHP e do desenvolvimento aberto permite.

Mas não para por aí: hoje você encontra o PHP sendo usado em sistemas de comércio eletrônico, CMSs, ERPs e outras soluções diversas, tanto para fins pessoais quanto empresariais. O Hot Scripts, portal que eu usei nos idos de 2001 para procurar programas e scripts prontos, lista hoje mais de 18.000 projetos em PHP. E isso não deve nem arranhar o número total de projetos. É um dos projetos livres mais bem sucedido da história, junto com o MySQL, com quem forma um par maravilhoso.

Para saber mais sobre o histórico do PHP, vale a pena dar uma olhada no H Open Source, que fez uma retrospectiva bem completa sobre o projeto. 🙂

E agora, uma bela valsa em homenagem aos 15 aninhos do PHP:

(vídeo do YouTube)

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Rogério Maia
PHP foi a 3ª linguagem que aprendi, quando era ainda PHP3. A primeira pra Web. Hoje não trabalho mais com desenvolvimento, mas tenho muita saudade.
Xiko do Couto
Parabéns pra você, nessa data querida. Muita felicidade, muitos anos de vida. ÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊÊ.
Leandro Alonso
Na realidade o Facebook não é completamente desenvolvido em PHP. Isso acabou virando uma lenda, mas é um erro. O Facebook roda PHP nos servidores front-end, no entanto, os serviços do backend são escritos em diversas linguagens: C++, Java, Python, Erlang, etc. Outro serviço que já usou PHP foi o Yahoo! Bookmarks, através do framework Symfony (que é SENSACIONAL, diga-se de passagem).
himynameislima
Parabéns ao PHP, um dia eu vou pegar e aprender essa linguagem e parar de pedir ajuda a conhecidos ahsuhduasduh. \o.
Raph4
Congratz PHP <3
Douglas
Realmente o PHP se tornou uma linguagem de extrema importâcia. principalmente na nova geração de blogs modernos feitos através do wordpress.
tplayer
Veja pelo lado ruim, atualmente roubar, matar ou vender doces no ônibus é mais lucrativo do que programar em PHP. Triste realidade. =/
Sr. Sem Papo
Parabens programadores, e o PHP :D
@hugohaa
Parabéns, sustento meu. Se não fosse por você hoje eu poderia estar matando, estar roubando ou vendendo doces ou canetas em ônibus.
tplayer
Conheci o PHP em 1999 e desde então é minha linguagem favorita. Vale lembrar que o Facebook é todo desenvolvido em PHP, isso por si só já mostra o poder da linguagem para aplicações de grande porte.