Privacidade, privacidade… Quem precisa dela, não é mesmo? O Facebook não se cansa de inventar novas formas de compartilhar tudo o que seus usuários publicam em toda a grande rede, sem conseguir o consentimento primeiro. Agora, é visto com maus olhos por quem acessa a rede social.

O mesmo acontece com o Google. Depois de revelar que havia colhido informações sobre redes Wi-Fi abertas e, mais tarde, também sobre dados de acesso de internautas sujas redes sem fio estivessem desprotegidas, agora a informação que temos é de que o Google mapeou todo o Reino Unido. Isso significa que, nas bases de dados do Google, há informações sobre as redes Wi-Fi quase que na sua totalidade.

As informações foram obtidas por meio de receptores de sinais aéreos presentes do carros do Google Street View, o serviço que fotografa ruas, avenidas e etc., para depois colocar mais informações no Google Maps.

De acordo com o jornal inglês Telegraph, o objetivo do Google é usar tais dados no Google Maps for Mobile, de modo a oferecer informações relevantes sobre cinemas, shoppings e outros pontos de interesse que estejam próximos ao usuário.

Não sei não, mas essa história muito me lembra quando o iPhone recebeu sua primeira atualização, em 2008 . À época, Steve Jobs disse que o aparelho usaria informações do Google e da empresa Skyhook Wireless para determinar a localização do usuário (no cas da Skyhook, com mapeamento de torres de celular). Não dá na mesma?

E para lembrar todos os elogios ditos na MacWorld 2008:

(vídeo do YouTube)

Com informações: Telegraph.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Douglas
Vamos aguardas os proximos capitulos, porque isso ainda vai virar uma longa Historia.
Sr. Sem Papo
A google, nos vigia o tempo todo... o.O (Pelo google Earth)..
Alexandre
Quero ver eles nao obedecerem uma eventual requisao do governo ingles a despeito dos dados coletados e nao autorizados.
tplayer
Essa história ainda vai longe, e pensar que segundo o Google eles captaram os dados por um erro de programação. ¬¬