Só depende de você! (Divulgação)

Só depende de você!

A Cennarium quer ajudar a divulgar o teatro brasileiro. Como nós do Tecnoblog também apreciamos demais a cultura brasileira, conversamos com a empresa e descolamos nada menos que três pacotes de créditos do site. Em outras palavras: você pode ganhar acesso a peças de teatro muito boas na faixa!

Para participar é relativamente fácil. Como estamos falando de um serviço voltado para teatro, o seu desafio é criar um mote, uma sinopse ou um mini-roteiro do que poderia vir a ser uma peça de teatro. Vale drama, comédia, tragédia… O que importa é que seja breve, mas demonstre como deveria ser a tal peça que você inventou.

A título de exemplo:

“Calabar tomou partido dos holandeses, contra a coroa portuguesa e, em uma terra sem identidade própria, sem sentimento de nação e comandada por lusitanos sob o domínio da “ávida Castela dos Felipes”. Calabar, por pensar livremente, por ter opiniões, por não “lamber as botas do Rei de passagem”, entrou para a historiografia tradicional como traidor da pátria. Pátria pela qual ele lutou sem nunca pertencer. Esse é o nosso ponto de partida.”

Essa é a sinopse da peça “Calabar – O elogio da traição”.

Os três melhores comentários ganharão 50 créditos para assistir a peças que estejam em cartaz no Cennarium. Vale dizer que alguns espetáculos custam apenas 10 créditos, garantindo que a pessoa assista a várias peças com os créditos.

A equipe do TB vai escolher os ganhadores. Quando o concurso chegar ao fim, às 16h da sexta-feira (30/abril), esse post será atualizado com o nome dos ganhadores. Vamos entrar em contato com eles para proceder o envio de créditos. Ah, não é preciso ser previamente cadastrado no Cennarium para participar.

Boa sorte!

[Atualização às 16h13] Já temos os nossos ganhadores! O Leo OC, a Cris e o Breno Brito. Parabéns!

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

jade
Com uma vida atordoada. Maria cloudes. Mulher do Rei Mário Sérgio cloudes. Vive uma vida, enganada pelo seu ódio puro. Com o amor de vingança dentro do seu coração. Maria cloudes, uma mulher simples de vida sofrida. Vive tentando satisfazer os desejos inoportunos do seu querido e amado Rei. Ou se ela podera chamar de amado: - Maria preciso que você me acompanhe Na tão esperada morte do nosso lorde traidor o dr Carlos. -Siim! - avisa Maria com um forte sentimento de algustuia. Chegando a tão esperada hora da morte do lorde dr Carlos. Maria termina de se arrumar e o rei a chama. Mas o rei nunca imaginaria que maria estava grávida do lorde preste a morre e que o amava. E que por um milagre a mulher que teria um sério problema grave de reprodução a mulher que seria a estéril, estaria grávida o pai do seu filho iria morrer na sua frente sem pelo menos saber que era pai.
Paulo Toledo Jr
"Natal... aquela figura linda do Papai Noel descendo a janela... a ilusão das crianças em receber um presentinho do bom velhinho... QUE PRESENTINHO O QUÊ!!! Melhor que qualquer diva, ele chega bêbado, fedido e imundo, distribuindo pequenos apetrechos digamos que, nada convencional e muito menos agradável. De repente um Romeu negro tentando morrer aos prantos ao lado da bela Julieta e uma mulher histérica inconformada com essa história cafona e surrealista. Quanto mais sair de dois "contos de fadas" e encarar uma realidade nada "normal": relações entre Mulheres, Homens, Casais, Loucos e GAYS. Cenas de "pouca" cultura e conformismo com muita comédia e realidade. Um stand up misturando esquetes e danças pra mudar seu cotidiano nostálgico." Sinópse: "Ria se Puder, Pare se Conseguir"
Thássius Veloso
Fim do concurso.
.tat.
No Rio de Janeiro Chiquinho, um garoto de 16 anos é atingido por um raio, ganhando misteriosamente grandes poderes: habilidades de vôo, Superforça, visão de calor, mega velocidade e sopro potente, resolve Autodenominar-se Brasão e sair por Brasil afora salvando as pessoas das mais diversas situações, detonando diversos e irados inimigos, Brasão tem que lidar com o seu maior inimigo: A Prova de matemática. Uma sátira/homenagem aos grandes Super-heróis dos Quadrinhos, brasão mostra que até mesmo os heróis adolescentes tem que lidar com problemas como espinhas ou timidez com as garotas.
Muller
Don Mario Bettineli é um chefão mafioso aposentado, que deixou ao seu afillhado Giulliano o império das Organizações Bettinelli, porém o novo chefão entra em um ramo que Don Mario jamais permitiu que sua famiglia se esgueirasse, caberá a Enzo Bettineli, o filho de Don Mario lutar contra a antiga quadrilha do pai para retomar o poder para que seu pai, antes de morrer veja a famiglia Bettinelli novamente da forma com que lutou para deixar.
Alex
Sentado numa roda de amigos em um bar, um rapaz conta episódios que aconteceram entre ele e sua esposa. A narrativa faz crer que o rapaz é machão e dominante, e sua esposa acata tudo de bico calado. Porém, não é bem assim que as coisas são na realidade...
Breno Brito
"Depois de muita busca e procura a jovem Irisléia Documentada da Silva consegue o seu primeiro emprego numa pequena loja. Passado o glamour inicial ela descobre que trabalhar não é aquele mar de rosas que via nas novelas. O seu chefe Romulário, um velho-gordo-mesquinho, vive na ilusão de que é importante, famoso, tem a maior empresa do país e de que seus conselhos são mais valiosos que os salários (merreca) que ele paga aos seus funcionários. A Cacilda, uma querentona-encadalha que utiliza de artifícios profissionais para descontar a falta de prazer em sua vida pessoal. Essa mulher desalmada goza horrores ao atolar seus subordinados de trabalho em plena 17h55 daquela sexta que promete(ia) muita diversão e azaração, sente orgasmos ao gritar e xingar Deus e o mundo. E o pobre Pedro, alto, magro, 32, divorciado (a mulher o abandonou), fudido e com um propósito nesta vida: conquistar Irisléia com suas cantadas baratas". Não perca: "Irisléia Documentada e de Carteira Assinada da Silva"
Thiago Mobilon
Não precisa levar a coisa tão a sério! Relaxem e entrem na brincadeira. :D
Danilo
"Ao acordar, percebendo um silêncio incomum em seu quarto, logo abriu os olhos e percebeu que seu computador não estava mais ali. Desesperou-se, suava frio, delirava! Havia perdido tudo, inviável terminar os milhares de pendências. haveria de sofrer retaliações graves, talvez fossem capazes do pior. Tentava não imaginar, mas a obsessão lhe dominava. Uma fraca lembrança de sua consciência nativa tentava romper as barreiras eletrônicas implantadas em todo seu corpo, mas há muito tempo estava atrofiada. Chegava a sentir mesmo que sua conexão com o Centro estava difícil nos últimos tempos. Deletado, surgia em sua rede, mas não compreendia exatamente o que acontecia naquela manhã terrível"
Alisson melo
Um (Delete) cairia bem. (#envergonhado)
Cris
Um jovem engenheiro de sistemas acaba de chegar em casa após ter comemorado seu vigésimo sétimo aniversário em um bar da sua cidade. Um bom papo amigo e algumas loiras geladas o levaram a acreditar que aquele era o melhor dia de sua vida e o fizeram esquecer como havia conseguido chegar em casa. Ao acordar no dia seguinte, nosso amigo dá por falta do celular mais caro de sua empresa, confiado a ele para testes. E agora? Será que alguém irá perceber? O que seu chefe dirá ao descobrir? Peça: Como perder o "Jobs".
Alisson melo
Acho que a galera fica meia invergonhada. Detalhe:Eu sou péssimo pra essas coisas.
Breno Brito
Tem limites de sinopses? Posso fazer quantas eu quiser?
Breno Brito
Eu ouvi esse título em algum postcast por ai... hahaha!
Rafael Silva
Não, é livre. :)
Exibir mais comentários