Aqui em casa tenho 3 consoles de mesa — Xbox 360, PS3, e Wii. A Sony, felizmente, decidiu que pilhas são uma coisa arcaica e dotou os controles do PS3 de baterias embutidas recarregáveis. Basta plugar o controle ao console por um cabinho USB durante a noite e seu controle está recarregado.

Já com o 360 e o Wii, e situação requer um método mais tradicional: quando as pilhas morrem, jogue-as fora e compre pilhas novas. Numa casa cheia de gamers e que é constantemente visitada por amigos gamers, a troca de pilhas era uma operação frequente…

E chata. Você já deve ter passado por aquele momento clássico em que quer jogar New Super Mario Brothers ou Halo 3 com suas visitas e descobre, com consternação, que apenas dois controles (ou pior, às vezes só um!) contêm pilhas ainda funcionando. E toca a revirar almofadas/investigar todas as gavetas da casa/perguntar aos outros moradores da casa “onde estavam aquelas pilhas que eu comprei mês passado?”.

E ninguém nunca sabe onde as malditas estão. Resta apenas transplantar pilhas de controles remotos — que, muitas vezes, já estão nas últimas também — para poder finalmente jogar com os amigos.

É um saco. A saída que encontramos foi comprar pilhas recarregáveis, mas nem essa é uma solução adequada. O primeiro problema é que o carregador só comporta quatro pilhas de cada vez. Para quem tem oito controladores que necessitam de pilhas — sem citar outros aparelhos que também as usam, como meu abridor de latas, o mouse e teclado sem fio que uso no computador do home theater, e os vários controles remotos —, carregar quatro pilhas de cada vez é uma grande piada.

O segundo problema é que ninguém lembra de pôr as pilhas para recarregar, até que é tarde demais e elas precisam ser recarregadas. E por isso voltamos ao cenário em que meus amigos esperam que eu vasculhe a casa em busca de pilhas disponíveis, porque Murphy insiste que as malditas só morram quando meus amigos estão presentes para uma rodada de Mario Kart.

Frustrado, fui à Best Buy ontem comprar um novo carregador e dois novos pares de pilhas recarregáveis. Assim, eu poderia recarregar quatro pares de uma vez só, e o problema estaria mitigado. Eis que, na seção de pilhas e baterias recarregáveis, encontro isto aqui:

Caixa do carregador. (Foto: Izzy Nobre)

Caixa do carregador. (Foto: Izzy Nobre)

Trata-se de um carregador por indução para Wiimotes que acompanha dois pares de pilhas. O carregador por indução dispensa que você plugue o aparelho a cabos — basta jogá-lo em cima da superfície do gadget, e ele estará carregando.

Achei isso uma solução fantástica, por dois motivos: primeiro, porque é muito legal. E segundo, porque é também imensamente prática. Carregar um aparelho eletrônico apenas repousando-o em cima de uma superfície, sem necessidade de plugar cabos ou remover a bateria, me parece uma união perfeita entre o útil e o agradável.

É mais simples que arrancar as pilhas e colocar no carregador, e torna impossível o cenário descrito acima, em que esquecer de pôr carga frequente nas pilhas do brinquedo interrompe o uso do negócio. Afinal, sempre que você termina de brincar com seus Wiimotes, basta jogá-los em cima da base e pronto: as pilhas sempre estarão recarregadas quando você for brincar.

A decisão final veio quando comparei o preço desta maravilha com os carregadores normais. Enquanto o Rocketfish (que inclui dois pares de pilhas, para alimentar dois wiimotes como na foto da caixa) custa 29,99 dólares canadenses (cerca de 52 reais), um kit de carregador e quatro pilhas recarregáveis convencionais custa $40 (R$ 70). Tá, as pilhas do carregador normal poderiam ser usadas em outro aparelho, mas o objetivo de ter várias pilhas recarregáveis é justamente não precisar desse tipo de revezamento.

Antes de mais nada, busquei no Google por resenhas do aparelho. A premissa e as promessas da caixa às vezes não têm a performance esperada, então procurar opiniões alheias sobre o produto nunca faz mal. Surpreendentemente, não achei nenhuma resenha negativa do carregador.

Sem mais dúvidas, comprei. Aí está o brinquedo em funcionamento, trazendo meus Wiimotes de volta à vida:

Wiimotes sendo recarregados. (Foto: Izzy Nobre)

Wiimotes sendo recarregados. (Foto: Izzy Nobre)

A luz vermelha na base significa que os Wiimotes estão sendo carregados; a luz muda pra verde quando o processo está terminado.

Muito bacana. Recomendo aos donos de Wiis.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Tom
Cara, eu comprei um parecido com esse, mas não consigo carregar uma das baterias, enquanto ela está sobre a base, a luz fica vermelha piscando até a morte e não carrega! ja a outra, enquanto está carregando fica vermelha (sem piscar) e quando está carregada fica verde! você sabe me dizer se há solução para esse problema!?
ChaosWarrior
Vou procurar aqui no Brasil...deve estar junto com Battletoads pro Wii!
Tiago César Oliveira
Não sou "heavy gamer", mas, de qualquer forma, muito interessante! Uma dúvida: é possível também tomar um choque "por indução"? :p
Hernani
Ainda bem que não tenho mais o problema com pilhas, 30min carregando o controle, dura uns 2 dias tranquilamente. Meu amigo comprou para o Wiimote dele uma bateria que substitui as pilhas do controle, sendo assim, ele não gasta dinheiro com pilhas, e possui um suporte que carrega essa bateria customizada.
Jrenovatio
Já indique para meu amigo que tem Wii.
Rafael Olah
Cara eu tenho um carregador da Sony que recarrega em 15 minutos as pilhas são maravilhosos e as pilhas são AA de 2500mah. Me lembro que comprei em 2006 paguei 115,00 Reais com note e tudo mais. Meu amigo da faculdade ficava me zuando dizendo que era impossível até eu levar um viajem técnica da faculdade e ele ficar lá esperando 6 horas para carregar aquele tabajara de 45 reais. Resumindo ele voltou da viajem e foi comprar um igual, nunca mais vi vendendo aquele recarregador.
Alexandre
muito massa carregar por inducao, meu aparelho de barbear é assim. Olha , dando uma sugestao pro seu xbox, tem uma solucao pra recarregar muito boa. o recarregador vem com uma "capsula" que voce poe no lgar das pilhas, e quando o controle estiver descarregando ou descarregado, vc liga o fio no usb do console e continua jogando. o unico por senao é que demora até 8 horas pra recarregar e o console tem que estar ligado (ai que medo das 3rl). link abaixo, nao sei se pode :x http://www.xbox.com/pt-BR/hardware/x/xbox360playchargekitBR/
Juan Lourenço
O 360 permite uso de baterias recarregáveis por USB (tudo original Microsoft). Também tem a opção de usar pilhas recarregáveis (milhões de vezes mais recomendado do que usar pilhas comuns - cadê seu comprometimento com a Natureza rapaz!? rsrs). Abrass!
tplayer
Isso que é um ideia genial, resolveram um problema do jeito mais estiloso possivel. A pergunta é, e como faz cm 4 wii-motes? Dá para carregar todos na mesma base ou precisa de duas?
Eduardo
Mas é válido apenas para as de Li-Ion, correto? As de ni-cadmio não dá pra usar essa saída, pois elas não possuem memória e viciam. Só para lembrar os desavisados, pois como são mais baratas que as de "lítio", a maioria das pessoas compram as "sem memória".
Breno Brito
Ôh! Nice! Gostei da resenha (tenho uma história similar, mas contando a morte do meu não nascido xbox x_X). Enfim, essa paragodela funciona com gente tb? vc sabe como é... às vezes a gente quer jogar mais um pouquinho, mas o sono chega e.... se sentar na base vou conseguir aquelas meia horinha extra antes dos olhos gritarem? =D
Xong Lee
Fora que é muito chato abrir o compartimento de pilhas do wiimote com aquele envólucro de silicone encaixado direitinho. Comprarei.
Thássius Veloso
Pena que o produto não está à venda no Brasil...
Andrei
deveras interessante