A maioria dos serviços de atendimento ao cliente é uma sublime porcaria. Funcionários mal treinados, equipe estressada, cliente que paga tudo em dia e quer ser bem atendido resumem a situação. No entanto, há momentos em que você é tão mal tratado pelo pessoal do telemarketing que fica a beira de um ataque de nervos. Pois foi isso o que aconteceu com um homem que sofreu enfarte durante uma chamada telefônica e morreu dias depois.

Depois de cancelar o serviço de banda larga e ver cobranças chegarem meses depois, o homem entrou em contato com a Brasil Telecom – que hoje em dia virou Oi. Durante 45 minutos, sofreu com o mau atendimento da empresa, vindo a ter um enfarte agudo. Ele foi internado no hospital, mas não resistiu e veio a falecer dois dias depois.

A viúva entrou com processo no Juizado Especial contra a BrT, pedindo que a linha telefônica não fosse bloqueada, que seu nome não fosse para cadastros de inadimplentes, e que a empresa ainda pagasse indenização por danos morais devido à morte do esposo. O juíz responsável apenas permitiu que o BR Turbo fosse finalmente cancelado.

Insatisfeita, a mulher recorreu e seu pedido foi deferido pela Turma Recursal. O relator do recurso concluiu que a Brasil Telecom é mesmo conhecida pelo mau atendimento e que, portanto, a viúva teria direito à indenização. O resultado dessa história é que a 3ª Turma Recursal Cível dos Juizados Especiais do Rio Grande do Sul foi unânime: a Brasil Telecom tem que pagar R$ 20,4 mil em indenização.

Tomara que isso sirva de lição para que outras companhias melhorem seu atendimento ao cliente.

Com informações do Consultor Jurídico.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Fernando Assis
Esse valor premia o infrator, porque ele conclui que é mais barato burlar do que cumprir a lei do atendimento, que exige um mínimo de investimento. Pra dar multinhas desse tipo, é melhor não aplicar, pois equivale a uma total impunidade. Se você desrespeitar a lei, amigo, poderá ir preso, pagar, multa, enfim será penalizado. A Oi tem o direito de absolutamente não atender o consumidor - verdadeira humilhação - continuar fazendo isso desfaçadamente por anos a fio. Ninguém faz nada, ou seja, nessa hora não se vê ANATEL, PROCON, DECON, IDEC, PROTEST, LUIZES E HOMENS DA LEI, AUTORIDADES, POLÍTICOS, ETC, ETC. Por que será?
Oscar
R$ 20.000,00 é muito pouco! Não há dinheiro no mundo que pague uma vida! Algo que ninguém pode trazer de volta. A indenização teria que ser no mínimo de R$ 100.000,00!
Hernani
Estou confiante com a banda larga por rede elétrica que está sendo implantada aqui em SP, se der certo, logo você poderá ter uma ponta de esperança
Rafael Silva
Senta lá, Cláudia.
@rhobsonv
Nooossa Thássius, como você pretende continuar vivo por tantos séculos? Triste, mas real... ;P
Thássius Veloso
Cadê a Anatel para fiscalizar isso?
Thássius Veloso
Espero algum dia poder escrever um post aqui no Tecnoblog no qual diga qur todas as operadoras brasileiras estão prestando um bom serviço e merecem o reconhecimento dos consumidores. Espero mesmo.
Hernani
O Dia que tiver um elogio das nossas provedoras, eu é que vou ter um enfarto
Hernani
Saiu barato, considerando que o styresse foi tão alto a levar uma pessoa a ter um enfarte agudo
tplayer
Tenho uma amiga que trabalha no call-center da Claro. Segundo ela os atendentes do suporte tem um tempo minimo para segurar o cliente na linha até começar a realmente resolver o problema dele, já que assim muitos desistem do suporte ou reembolso que é o mais comum na área deles.
Matheus
Graças a GVT eu não preciso mais da OI/BrT! Hehehe... Agora R$ 20 mil reais? É muito POUCO! Deveriam ter multado em, sei lá, 200 mil, ou mais. Estamos falando da vida de uma pessoa. Já trabalhei em empresa que gastava aproximadamente 9 mil por mês em ligações. Certamente foi "cócegas" pra eles e com certeza não vai melhorar em nada o serviço de atendimento.
Alex Ribeiro
Eu acho ridículas essas sentenças, no Brasil grandes empresas só são penalizadas com vontade quando o dedo que dói é do governo, ou seja, as agências reguladoras tem muito mais moral para punir uma telefônica que um juiz que profere uma sentença ridícula dessas. A historinha é sempre a mesma, R$ 20 mil por uma vida perdida por causa de uma empresa de telecomunicação é um verdadeiro descaso para com o consumidor. Uma verdadeira vergonha jurídica. Eu indignado.
Alisson melo
Para contratar é mil vezes mais rápido do que cancelar, ou até ter suporte técnico via telefona.Agora, se você quiser suporte em casa,tem que esperar deitado.
Arliss
Concordo com tudo que foi dito. Só tenho um detalhe a observar: é ingenuidade achar que os atendentes são * mal-treinados *. Eles na verdade são * treinados para atender mal *. Bem diferente. Vencendo um % de clientes pelo cansaço, o lucro advindo dos erros e cobranças de má-fé da empresa ultrapassam em muito qualquer multa que recebam. ACREDITEM: faz parte da estratégia da empresa. Simples assim.
tplayer
Uma coisa engraçada que aconteceu comigo foi gastar 1:48 horas para contratar um serviço deles. Sim eu querendo contratar algo gastei esse tempo todo. É toda hora sistema lento, dados perdidos, recadastro de cpf, tipo sanguíneo, histórico de hemorroidas, cor favorita, time que torce, etc.
Exibir mais comentários