Início » Arquivos » Legislação » Fim da linha para o What.CD

Fim da linha para o What.CD

Maior tracker privado focado em compartilhamento de músicas fecha as portas

Paulo Higa Por

Mais um site de torrents está fechando as portas em 2016. O What.CD, maior tracker privado focado em compartilhamento de músicas, suspendeu suas atividades nesta quinta-feira (17) por tempo indeterminado. Não está claro o motivo da decisão, mas informações da mídia francesa dão conta de que os servidores do site foram apreendidos pela polícia.

Segundo o TorrentFreak, o What.CD surgiu em 2007, alguns dias depois do maior tracker privado de músicas da época, o OiNK, ter desaparecido da internet. Desde então, o site conseguiu mais de 200 mil usuários, mesmo com um processo rígido para aprovar a entrada de novos membros: havia páginas com dicas de como passar pela entrevista, que consistia em perguntas técnicas sobre qualidades e formatos de áudio.

whatcd

Na página oficial e no Twitter, há apenas a informação de que o What.CD está fechando as portas “devido a alguns acontecimentos recentes” e que “todas as informações do site e dos usuários foram destruídas”, acrescentando que um retorno é pouco provável. Na madrugada desta sexta-feira (18), o tracker negou os relatos de que os bancos de dados do What.CD foram apreendidos.

O Zataz afirmou que o fechamento aconteceu depois dos 12 servidores do tracker, hospedados na OVH, terem sido apreendidos pela polícia francesa. Mesmo com a negativa do What.CD, o jornal Le Monde reforçou a informação de que os servidores foram confiscados, citando o secretário-geral da Sacem (Sociedade dos autores, compositores e editores de música, na sigla em francês), David El Sayegh.

O What.CD estava na mira das autoridades francesas desde o final de 2015 e era considerado a fonte mais importante de pirataria de músicas pela Sacem. A acusação é de que o tracker privado gerou mais de 40 milhões de euros em prejuízos para os produtores de músicas representados pelo órgão.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

jaksound sound

eu faço assim kkk : musica tals , , e vejo as imagens , onde abrir blog , ou algo respectivo que de download , ou que funfe , ali eu pesquiso , e se der certo , eu baixo . Ja a questão de torrent pra mim é foda , porque minha net e de 10mb apenas , daí ate pra baixar fica lentão

jaksound sound
kkkk, tipo um piazão (di-diei kk) la no face , rolou um video caseiro com um vinilzão duma banda de synth , que eu curto 'hipnosis'' , pedi a versao maxi , falou : procura no gugol q tu acha ... kkk
jaksound sound
pois é , por um papo com um amigo no face , e veio rolar esse papo de sites privados what.cd , apolo , e esse aí que vcs comentaram . achei interessante , mas muito trabalhoso , tem blogs a rolés , que por sua vez copiam dos sites blogs da europa , russia e mandam pra download , so se for uma coisa muitooo rara pra baixar né ...
Bruno
e vc quer a ajuda de um noob? o google tá ai pra vc procurar, ou vc quer tudo na maozinha? vapapqp.
Gabriel Stein
KKkkkkk O Famoso, "Eu sei mas não vou contar"... kkkkkkkkk noob!
Bruno
não mando links pois creio que seja ilegal postar esse tipo de conteúdo no tecnoblog. o google está ai para procurar.
Theo Queiroz
"encontro com facilidade" mas não manda os links (y)
Bruno
encontro com facilidade albuns em 320kbps. é só saber onde procurar.
Bruno
ja.
Cenato Souza
A pergunta é: Quem o substituirá? Dicas...?
Keaton
- Ei, você, me diz um número de 1 a 100! - Hã? 40! - Ok, 40 milhões de euros em prejuizo.
ochateador
Apenas uma pergunta de curiosidade. Você já usou o what.cd ?
Theo Queiroz
O problema é qualidade, amigão. Tem muito tracker por aí que não colocam nem as faixas dos álbuns na ordem correta e achar em 320k é uma dureza...
Bruno
não precisa, basta buscar no google pelo artista e album que quiser e acrescer a palavra torrent na busca. pronto.
ochateador
Dureza vai ser encontrar um do nível do what.cd que era extremamente organizado e muito bem feito. Perto dele qualquer outro tracker parece ter sido feito por amadores.
Exibir mais comentários